Pela primeira vez na história mulheres receberão mais medalhas que homens nos Jogos da Commonwealth - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pela primeira vez na história mulheres receberão mais medalhas que homens nos Jogos da Commonwealth

Compartilhe

Os Jogos da Commonwealth programados para ocorrer na cidade de Birmingham, na Inglaterra, em 2022, serão o primeiro grande evento multiesportivo na história a distribuir mais medalhas para mulheres do que para homens, de acordo com informações da própria organização. Ao todo serão 136 competições femininas, contra 134 provas masculinas.

Dame Louise Martin, a presidente da Federação dos Jogos da Commonwealth (CGF), descreveu o a notícia como "algo muito especial". Além disso, o evento apresentou seu maior programa paraesportivo na história, com oito modalidades.

"É muito especial que os Jogos da Commonwealth sejam o primeiro grande evento multiesportivo da história com mais medalhas para mulheres do que para homens", disse Dame Louise.

“Também será o maior programa para-desportivo já integrado, que irá garantir que Birmingham 2022 será um verdadeiro histórico, inclusivo e inesquecível 11 dias de esporte. Continuamos no caminho certo para sediar uma das maiores competições esportivas do mundo e entregar Jogos que deixarão um legado duradouro".

Atleta do netball, esporte semelhante ao basquete, a inglesa Eboni Usoro-Brown afirmou que a ênfase dada ao esporte feminino ajudará na recuperação após o período de paralisação das atividades por causa da pandemia de coronavírus. 

"Este foi obviamente um ano incomum e acho que, depois dos últimos anos, o esporte feminino em geral está em uma trajetória ascendente", disse a medalhista de ouro com a seleção inglesa nos Jogos da Commonwealth de 2018. 

"Acho que ter o esporte feminino como ponto central durante Birmingham 2022 dará um grande impulso e ênfase para ser reiniciado e continuar a crescer. Ao contrário do esporte masculino, não temos necessariamente o nível de investimento no esporte feminino", ressaltou Eboni.

Cinco vezes campeã paralímpica em provas de corrida em cadeiras de rodas, Hannah Cockroft deverá participar pela primeira vez dos Jogos da Commonwealth, graças a inclusão de provas em sua modalidade no evento. Ela elogiou os esforços da organização e a transmissão do torneio para todo o país, pela BBC. 

"Não consigo explicar o quanto estou animada", disse ela. Primeiro, conseguir a cobertura do evento é algo absolutamente monumental para nós, especialmente por ser um ano após os Jogos Paralímpicos", falou Cockroft.

"As coisas tendem a cair um pouco depois dos Jogos Paralímpicos, então essa oportunidade é enorme para nós. Será um campeonato integrado , o único do gênero, o que significa que podemos ensinar mais pessoas sobre nosso esporte, e com sorte, crescer ainda mais a partir daí", reiterou. 

Foto: Martin Rickett/PA


Nenhum comentário:

Postar um comentário