Judô brasileiro disputa em Paris, neste final de semana, primeiro Grand Slam do ano olímpico - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Judô brasileiro disputa em Paris, neste final de semana, primeiro Grand Slam do ano olímpico

Compartilhe


A Seleção Brasileira de Judô terá seu primeiro grande desafio na temporada olímpica neste final de semana, no forte Grand Slam de Paris, disputado na capital francesa nos dias 8 e 9 de fevereiro. Tradicional no Circuito Mundial da Federação Internacional de Judô, o torneio distribui até mil pontos (campeão) no Ranking Mundial, números importantes na corrida por uma vaga olímpica, já que o campeonato é o terceiro que mais distribui pontos. Só fica atrás do World Masters, que reserva 1800 pontos, e do Campeonato Mundial, que dá 2000 pontos no Ranking.

Para o primeiro Grand Slam do ano olímpico, o Brasil terá 16 atletas, sendo nove homens e sete mulheres, entre novatos e experientes, como os medalhistas olímpicos Sarah Menezes (52kg), Leandro Guilheiro (81kg) e Rafael Silva Baby (+100kg). Larissa Pimenta (52kg), Jessica Pereira (57kg), Samara Contarini (63kg), Mariana Silva (63kg), Beatriz Souza (+78kg) e Maria Suelen Altheman (+78kg) completam o time feminino. Entre os homens, o Brasil terá ainda Allan Kuwabara (60kg), Phelipe Pelim (60kg), Willian Lima (66kg), Marcelo Contini (73kg), Michael Marcelino (73kg), Guilherme Schimidt (81kg), e David Moura (+100kg), que espera por um reencontro com o francês Teddy Riner após a final de Brasília. 

Ao todo, a delegação contará com cinco estreantes: Samara, Willian, Marcelino e Schimidt, todos da equipe de transição (Base-principal), além de Kuwabara, que deixou uma ótima impressão em sua estreia com ouro no Grand Slam de Brasília. 

"É a minha estreia no Grand Slam de Paris. Acho que é uma das competições de nível bem alto e isso também dá um parâmetro para quem está na corrida por uma vaga olímpica. É um torneio que pode fazer diferença na disputa e chego muito bem preparado. Foquei meus treinamentos para esta competição tão importante e espero ter um bom resultado. Viemos para a França terminar a preparação e manutenção de peso e vejo que estamos preparados para o Grand Slam de Paris. É uma competição-alvo que vamos atrás de bons resultados", afirmou o judoca do Clube Paineiras do Morumby. 

Brasil no topo do pódio e grandes judocas no tatame
Um dos grandes títulos almejados pelos judocas, o Grand Slam de Paris reúne os melhores atletas da modalidade. Nesta edição, nomes como Teddy Riner (+100kg/FRA), Ryuju Nagayama (60kg/JPN), Daria Bilodid (48kg/UKR), Majlinda Kelmendi (52kg/KOS) e Clarisse Agbegnenou (63kg/FRA), por exemplo, estarão presentes no torneio, além do grande público e a atmosfera que é marca registrada dos franceses. 
No histórico da competição, o hino do Brasil tocou em quatro oportunidades no Palácio de Bercy.

Edinanci Silva foi a primeira brasileira a conquistar o ouro de Paris, em 2000. Seis anos mais tarde foi a vez de João Derly. Leandro Guilheiro repetiu o feito de seus companheiros em 2010, e Mayra Aguiar fez uma dobradinha com títulos em 2012 e 2016.

Confira abaixo a lista dos atletas do Brasil que estarão no Grand Slam de Paris 2020:
Masculino
Phelipe Pelim (60kg/EC Pinheiros/FPJudo)
Allan Kuwabara (60kg/Clube Paineiras do Morumby/FPJudo)
Willian Lima (66kg/EC Pinheiros/FPJudo)
Marcelo Contini (73kg/EC Pinheiros/FPJudo)
Michael Marcelino (73kg/SESI-SP/FPJudo)
Guilherme Schimidt (81kg/Minas Tênis Clube/FMJ)
Leandro Guilheiro (81kg/EC Pinheiros/FPJudo)
David Moura (+100kg/Instituto Reação/FJERJ)
Rafael Silva (+100kg/EC Pinheiros/FPJudo)

Feminino
Sarah Menezes (52kg/CR Flamengo/FJERJ)
Larissa Pimenta (52kg/EC Pinheiros/FPJudo)
Jessica Pereira (57kg/Instituto Reação/FJERJ)
Samara Oliveira (63kg/EC Pinheiros/FPJudo)
Mariana Silva (63kg/Minas Tênis Clube/FMJ)
Beatriz Souza (+78kg/EC Pinheiros/FPJudo)
Maria Suelen Altheman (+78kg/EC Pinheiros/FPJudo)

Foto: Rafal Burza/CBJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário