"Mineiros" fazem estreia pelo Brasil jogando em casa pela Liga Mundial de Vôlei - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

"Mineiros" fazem estreia pelo Brasil jogando em casa pela Liga Mundial de Vôlei

Compartilhe
Da esquerda para a direita: Éder, Wallace, William e Isac 

A seleção brasileira masculina de vôlei estará de volta ao Mineirinho, em Belo Horizonte (MG) para uma partida oficial depois de quatro anos. Nesta sexta-feira (29.05) o Brasil entra em quadra às 14h para enfrentar a Sérvia na estreia do grupo A da Liga Mundial. Entre os atletas da equipe nacional, quatro deles já estão bem ambientados à capital mineira: os centrais Éder e Isac, o levantador William e o oposto Wallace.

O quarteto, formado por dois paulistas, um fluminense e um gaúcho, joga no Sada Cruzeiro(MG) e campeão das duas últimas temporadas da Superliga masculina em pleno Mineirinho, já pode se considerar de casa. William, que é paulista, está há seis anos em BH e já se acostumou com as dimensões do ginásio, um dos maiores do país. Para o levantador, defender a seleção na cidade que mora será um grande prazer.

“Esta será minha primeira vez jogando no Mineirinho pela seleção. É um prazer e um orgulho enorme vestir a camisa do Brasil e poder ajudar. 2015 é um ano muito importante, antecede a Olimpíada. Voltar a jogar no Mineirinho é sempre uma satisfação, um lugar que já conquistamos alguns títulos pelo clube, já me sinto em casa. Estou em Belo Horizonte há seis anos e já tem muita gente que me apoia. Vamos tentar dar mais uma alegria para o povo daqui. Darei o meu melhor para fazer o time sair vitorioso”, comentou William.

O jogador comentou ainda que o Brasil precisa jogar contra a Sérvia usando mais a inteligência que a força a fim de evitar o bloqueio pesado característico dos times do leste europeu. Mas sabe que a vantagem de estar garantindo na fase final da competição dá lastro para ir buscando o ritmo ideal de jogo ao longo da primeira fase.

“A Sérvia é um time tradicional no mundo do voleibol. Nós temos que jogar com a cabeça e entender o nosso momento. Estamos nos preparamos ainda e temos a vantagem de jogar as finais em casa, no Rio de Janeiro, então teremos mais tranquilidade para nos preparar. Ainda estamos pesados, buscando nossa melhor forma. Vamos tentar jogar o voleibol característico do Brasil, fazendo a diferença com a nossa habilidade, inteligência de jogo, não enfrentar o bloqueio, que é muito pesado. Ainda vai chegar o momento de jogar com a força, agora é hora de jogar com inteligência, somos um time com muitos atletas experientes e rodados acostumados com esta situação”.

O central Éder, que está em Belo Horizonte há quase dois anos, espera contar com o público mineiro. Para o atleta, a força vinda das arquibancadas será uma das armas da seleção brasileira para iniciar a Liga Mundial com dois resultados positivos.

"É muito bom jogar em casa, a gente estava conquistando a Superliga um mês atrás nesse mesmo ginásio e sabemos o apoio que a torcida oferece, sabemos como a torcida de Belo Horizonte empurra, gosta do vôlei. Acho que é o estado com a torcida mais apaixonada por esse esporte. A torcida vai fazer a diferença, poder jogar com o ginásio lotado e a torcida apoiando é muito bom. Vamos nos dedicar para retribuirmos esse carinho", disse Éder.

O Brasil é o maior campeão da história da Liga Mundial com nove títulos e na temporada 2015 está no grupo A junto com Sérvia, Austrália e Itália. Além de Belo Horizonte, São Bernardo do Campo (SP) e Cuiabá (MT) serão as sedes brasileiras durante a primeira fase. Na cidade do ABC paulista a seleção enfrentará a Austrália nos dias 05 e 07 de junho. A Itália será a adversária na capital mato-grossense em 02 e 03 de julho. O Maracanazinho, no Rio de Janeiro (RJ), receberá a fase final entre 15 e 19 de julho. 


Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário