Brasil encerra o Grand Prix de Dusseldorf com um ouro e um bronze


No último dia de disputa do Grand Prix de Dusseldorf, o Brasil foi representado por seis judocas em cinco categorias. Melhores colocados do dia, Luciano Correa (100kg) e Samanta Soares (78kg) fizeram boas lutas, mas caíram na repescagem contra Henk Grol (NED) e Daria Pogorzelec (POL), respectivamente, e terminaram a competição em sétimo lugar. 


Samanta começou bem a disputa, batendo Marta Merino (ESP) e Assunta Galeone (ITA). Nas quartas-de-final, ela teve uma pedreira pela frente, contra a eslovena Anamari Valensek, que posteriormente seria finalista da categoria ao lado de Kayla Harrison (EUA). Com uma diferença de apenas um shido (2 x 1), a brasileira foi superada por Valensek e chegou à repescagem contra Daria Pogorzelec (POL). Em confronto equilibrado, a polonesa conseguiu um waza-ari e tirou de Samanta a chance de disputar o bronze. 

Luciano, campeão do GP no ano passado, também vinha bem, com vitórias consistentes sobre o húngaro Miklos Cirjenics (HUN) e o americano John Jayne (por ippon), até a vitória espetacular sobre o campeão mundial Elkhan Mammadov (AZJ). Luciano perdia por waza-ari, mas conseguiu a vitória levando Mammadov a sofrer quatro punições. Nas quartas-de-final, o brasileiro conseguiu um waza-ari sobre o sul-coreano Guham Cho, mas o adversário pontuou com um waza-ari e um yuko, avançando, assim, para a semifinal. Na repescagem, um velho conhecido de Luciano, o holandês Henk Grol, que logo no início foi punido com um shido. Na tentativa de um golpe, o brasileiro sentiu o braço direito, não desistiu, mas acabou sofrendo um ippon do adversário e terminou a competição em sétimo lugar. 


"Não era o resultado que eu esperava, mas a competição estava num nível fortíssimo. E foi bom para analisar o que eu tenho que melhorar para as próximas etapas", avaliou o campeão mundial de 2007. "Agora é focar na próxima competição, semana que vem, na Polônia", completa já projetando o Aberto de Varsóvia. 

Outros quatros brasileiros entraram no tatame neste domingo, mas não conseguiram chegar à disputa por pódio. Os pesados Rochele Nunes e Walter Santos caíram em suas primeiras lutas para Jiyoun Kim (KOR) e Bilal Zouani (ALG), respectivamente. Rafael Buzacarini (100kg) foi guerreiro contra Aleksandre Zaalishvili (GEO), mas perdeu por três shidos contra um do georgiano. Eduardo Bettoni (90kg) teve um bom início, com ippons sobre Mahmoud Snoussi (TUN) e Cheng Xhunzao (CHI) até chegar às oitavas contra Aleksandre Gviniashvili (GEO). Bettoni conseguiu um waza-ari, mas acabou sofrendo com um golpe perfeito de ippon do georgiano.

A seleção terminou a competição com duas medalhas: um ouro de Rafaela Silva (57kg) e um bronze de Phelipe Pelim (60kg), conquistados no primeiro dia de disputas. Agora, a equipe segue na Alemanha realizando um treinamento internacional de campo até o dia 26/02 e, em seguida, os homens seguem para o Aberto de Varsóvia, na Polônia, enquanto as mulheres - com exceção de Sarah Menezes, Rafaela Silva e Érica Miranda - seguem para o Aberto de Praga, na República Tcheca.


Foto: IJF
Fonte: CBJ

0 Comentários