Mundial de Judô 2013 - Dia 1 - O bronze de Sarah e a queda precoce de Felipe - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Mundial de Judô 2013 - Dia 1 - O bronze de Sarah e a queda precoce de Felipe

Compartilhe
Foto: Divulgação/CBJ

No 1° dia de disputas no Mundial de Judô 2013, no Rio de Janeiro, dois resultados "surpreendentes" dos brasileiros: Sarah Menezes, a atual campeã olímpica na categoria -48kg feminino acabou caindo na semi-final, mas ainda sim, saiu do Maracanãzinho com uma medalha de bronze. Já Felipe Kitadai foi surpreendido pelo sul-coreano Won Jim Kim ainda na segunda fase, e acabou eliminado na estreia na disputa do -60kg masculino.

Sarah Menezes começou a trajetória derrotando a cazaque Aigul Baikuleva com um waza-ari quase um minuto antes do final da luta. Depois, a brasileira encarou a belga Amelie Rosseneu, e o resultado ainda melhor: ippon aos 3:43 de luta. Nas quartas de final, mais um ippon, dessa vez em cima da turca Ebru Sahin. Nas semi-finais, uma luta duríssima contra a mongol Urantsetseg Munkhbat. A rival asiática conseguiu aprontar: dois yukos, e após os 5 minutos regulamentares, derrotou a campeã olímpica, que segue sem um título mundial. Mas, não dá para reclamar: Sarah conquistou o bronze, com um ippon providencial: faltando apenas um segundo de luta, em cima da norte-coreana Sol Mi Kim.

A final foi entre Urantsetseg e a japonesa Haruna Asami. E numa luta rápida, a atleta da Mongólia conquistou seu primeiro título mundial com um ippon em cima da bicampeã mundial. O outro bronze feminino foi da belga Charline Van Snick, que bateu a cubana Maria Celia Laborde com um ippon.

Foto: Divulgação/CBJ
Felipe Kitadai teve vida curta neste Mundial 2013: caiu ainda na segunda fase, diante do sul-coreano Won Jin Kim com um waza-ari. Kim teve algum sucesso, caindo nas semi-finais, e faturando o bronze logo depois, com um waza-ari em cima do mongol Boldbaatar Ganbat.

Na final da categoria -60kg masculino, Naohisa Takato, do Japão, conquistou o título após vencer o combate contra o mongol Dashdavaa Amartuvshin após uma luta amarrada, definida por conta dos shidôs (punições) dadas a Dashdavaa. E o outro medalhista de bronze foi Orkhan Safarov, do Azerbaijão, que superou o georgiano Amiran Papinashvili com um ippon aos 3:22 de luta.

Nesta terça-feira, mais quatro judocas brasileiros entram no tatame do Maracanãzinho: pela categoria até 66kg masculino, Charles Chibana e Luís Revite; e pela chave até 52kg feminino, Érika Miranda e Eleudis Valentim. As eliminatórias começam a partir de 10h da manhã, com transmissão do SporTV e pela internet, da Ippon TV.

Quadro de Medalhas até o 1° dia (por Totallympics)

Posição
País
O
P
B
Total
1
Japão
1
1
0
2
1
Mongólia
1
1
0
2
3
Azerbaijão
0
0
1
1
3
Bélgica
0
0
1
1
3
Brasil
0
0
1
1
3
Coreia do Sul
0
0
1
1

Nenhum comentário:

Postar um comentário