COB apresenta detalhes da operação Tóquio 2020 aos treinadores brasileiros


Ao organizar o Encontro Anual de Treinadores Olímpicos, o COB conseguiu reunir os melhores profissionais da área esportiva no Centro de Treinamento Time Brasil por três dias e, assim, transmitir uma série de informações relevantes sobre o planejamento dos Jogos Olímpicos.

Neste sábado, 9, o gerente executivo de Alto Rendimento do COB, Sebastian Pereira, e a gerente de Jogos e Operações Internacionais, Joyce Ardies, realizaram uma apresentação inédita aos treinadores sobre a preparação do Time Brasil para Tóquio 2020.

“Já chegamos a fazer encontros como esse anteriormente, mas nunca tão voltados à operação dos Jogos. Os treinadores puderam entender um pouco dos desafios de Tóquio, ainda que muitos deles estejam focados primeiro na classificação olímpica. Mas é preciso pensar adiante também, elaborando um planejamento adequado às inúmeras ações oferecidas pelo COB”, afirmou Sebastian, que destacou durante a palestra a antecedência do Time Brasil para definir suas bases no Japão.

As primeiras viagens ao país-sede dos Jogos ocorreram em 2014, num movimento de ajuda mútua: enquanto os japoneses buscavam orientações sobre a logística no Rio 2016, o Time Brasil corria atrás de informações referentes a Tóquio 2020.

Para uma melhor adaptação dos atletas ao fuso horário local, a expectativa é que algumas seleções cheguem ao Japão com até 12 dias de antecedência, antes mesmo da abertura oficial da Vila Olímpica. Outro número expressivo é o de refeições oferecidas aos integrantes do Time Brasil, incluindo atletas, treinadores e oficiais da delegação: aproximadamente 24 mil.

“É um desafio gigante, que mostra o nosso comprometimento com todo esse processo. Pedimos que os treinadores atuem da mesma forma, desde o período pré-Jogos e, principalmente, durante a operação. É óbvio que cada um está voltado para o seu trabalho, mas fazemos parte de um conjunto. Quanto antes tivermos esse planejamento, melhor nos prepararemos como equipe”, completou Sebastian.

Dentre os treinadores presentes no seminário, destacam-se: Elson Miranda e Katsuhico Nakaya, do atletismo; Reis Castro e Renan Rippel, do vôlei de praia; Fernando Possenti, das maratonas aquáticas; Sérgio Onha Marques, da natação; Mateus Alves, do boxe; José Neto, do basquete; Douglas Lorite e Rafaella Bauerfeldt, do basquete 3x3; Jorge Carrasco, do tiro com arco; Lauro de Souza Júnior, da canoagem velocidade; Cristiano Albino, da ginástica artística; Camila Ferezin, da ginástica rítmica; Tatiana Figueiredo, da ginástica de trampolim; Fabio Correa, do pentatlo moderno; e Marco Vasconcelos, do badminton.

“Esse tipo de iniciativa é excelente e me deixa orgulhoso de fazer parte do Time Brasil. Estou enriquecendo o meu conhecimento e podendo ver todo o envolvimento do COB na parte organizacional. Sairei deste Encontro Anual de Treinadores com boas ideias, já sabendo o que estão planejando, e podendo aplicar as minhas diretrizes para Tóquio 2020”, declarou o português Marco Vasconcelos, treinador da seleção brasileira de badminton desde 2013.

Foto: COB/Guilherme Taboada

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes