Mundial de Vôlei de Praia 2019 - Dia 6


O Brasil classificou quatro duplas na competição masculina para as eliminatórias enquanto três femininas estão nas oitavas de final do Mundial de Vôlei de Praia, em Hamburgo (GER).

Masculino
Duas duplas brasileiras entraram em ação e garantiram vaga na próxima fase da competição. Evandro/Bruno Schmidt (RJ/DF) ficou com a primeira posição no grupo I, enquanto André/George (ES/PB) avançou em segundo no grupo H. Alison/Álvaro Filho (ES/PB) e Pedro Solberg/Vítor Felipe (RJ/PB) já estavam classificados e ficaram de folga na rodada.

Os primeiros a entrarem em quadra nesta quarta-feira foi Evandro e Bruno Schmidt. A dupla joga pela primeira vez junta em um mundial, mas já conta com experiência com títulos, já que Bruno foi campeão em 2015, e Evandro defende o título de 2017. No terceiro jogo deles pelo grupo I mais uma vitória, desta vez sobre Herrera/Gavira (ESP) por 2 sets a 0 (21/11 e 21/16).

“Acho que os espanhóis não jogaram o melhor deles hoje. Essa vitória foi importante para sairmos em primeiro do grupo. O nosso planejamento para esse jogo foi bem executado. Agora vamos para a fase mais complicada onde uma derrota significa dar adeus ao sonho do título. Quem vier é certeza de um grande jogo” comentou o bloqueador Evandro.

André e George fizeram a última partida classificatória do grupo H e acabaram superados pelos atuais vice-campeões olímpicos Nicolai e Lupo, da Itália, por 2 sets a 1 (23/25, 21/16 e 12/15). O resultado deixou a dupla do Brasil na segunda posição. Após o duelo André avaliou como positiva a campanha da dupla até aqui.


 “A partir de agora o campeonato vai ficar ainda mais complicado. Fizemos uma boa campanha na primeira fase. Já tiramos um pouco o peso da ansiedade e vamos continuar fazendo o que estamos acostumados, que é ir para cima dos adversários, tentar o nosso melhor dentro de quadra”, disse André, que foi campeão em 2017 ao lado de Evandro.

Próximos jogos:
Pedro Solberg/Vítor Felipe x Plavins/Tocs (LAT)
Evandro/Bruno Schmidt x Allen/Slick (USA)
Alison/Álvaro Filho x Pedlow/Schachter (CAN)

André/George x Samoilovs/Smedins (LAT)

Feminino
A primeira rodada eliminatória do naipe feminino do Campeonato Mundial de vôlei de praia 2019 aconteceu nesta quarta-feira (03.07), e o Brasil segue com três duplas na disputa pelo título. Em Hamburgo (ALE), Ágatha/Duda (PR/SE), Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) e Fernanda Berti/Bárbara Seixas (RJ) venceram os respectivos confrontos e se classificaram para as oitavas de final da competição. Maria Elisa e Carol Solberg (RJ) acabaram superadas e se despediram do torneio.

No primeiro jogo com participação brasileira do dia Fernanda Berti e Bárbara Seixas passaram pela dupla austríaca Schützenhöfer/Plesiutschnig por 2 sets a 0 (21/16 e 21/16). Nas oitavas elas enfrentarão as alemãs Borger/Sude nesta quinta-feira (04.07).

“Nós trabalhamos bem em quadra, a Fernanda me ajudou muito. Conseguimos colocar em quadra o que combinamos, nossa tática funcionou. Estamos muito felizes com o resultado. Vamos continuar com nosso foco, e se preparar bem para o próximo confronto, pois todo jogo é uma decisão”, comentou Bárbara.

Ana Patrícia e Rebecca, que ficaram em primeiro no grupo D, enfrentaram Xue e Wang, da China. As brasileiras venceram as chinesas com tranquilidade por 2 sets a 0 (21/11 e 21/13). O saque (sete pontos) e o bloqueio (quatro pontos) fizeram a diferença no duelo. Na próxima fase as adversárias serão Betchart e Hüberli, da Suíça.

“Hoje fez um pouco mais frio que nos dias anteriores, então demos uma atenção especial ao aquecimento. Nós já conhecíamos um pouco o jogo delas, e isso deu uma vantagem. Conseguimos imprimir nosso saque, nossa parceria funcionou. Estou muito feliz com essa vaga nas oitavas. Temos uma dupla difícil pela frente na próxima rodada, mas a competição é assim mesmo, não há partida fácil daqui para frente”, disse Rebecca.

A terceira dupla do Brasil a garantir um lugar nas oitavas foi Ágatha e Duda, que eliminaram a tricampeã olímpica Kerri Walsh e a parceira Brooke Sweat, com a vitória por 2 sets a 0 (21/18 e 21/16). Com 34 pontos de ataque, a regularidade da virada de bola das brasileiras foi a chave para o triunfo. Nas oitavas as duas encaram Kholomina/Makroguzova, da Rússia.

“Foi nosso primeiro jogo eliminatório aqui, e logo contra uma dupla muito forte. Falei com a Duda antes que tínhamos que fazer o nosso trabalho, pois sabíamos que poderia ser um duelo muito difícil. Conseguimos ser constantes na virada de bola, e isso foi fundamental para conseguirmos o resultado. Acredito que ainda temos o que evoluir até o final da competição”, avaliou Ágatha.

Maria Elisa e Carol Solberg se despediram da competição depois de serem superadas por Alix Klinemann e April Ross (EUA) por 2 sets a 1 (15/21, 21/13 e 11/15).

Proximos jogos
Ágatha/Duda x Kholomina/Makroguzova (RUS) – 9h
Ana Patrícia/Rebecca x Betchart/Hüberli (SUI) – 13h
Fernanda Berti/Bárbara x Borger/Sude (GER) -15h30

Foto: FIVB

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes