Com mira em acesso a Liga das Nações de Vôlei, Challenger Cup inicia as suas disputas


A contagem regressiva para a Challenger Cup de Vôlei Masculino e Feminino 2019 começou. Seis equipes por gênero vão disputar os torneios que dão aos vencedores o acesso à Liga das Nações de Vôlei de 2020, substituindo os últimos colocados entre as mulheres e os homens. 

O torneio feminino será realizado de 26 a 30 de junho em Lima, Peru, e o masculino na Liubliana, na Eslovênia, de 3 a 7 de julho. Em 2018, a Bulgária foi a campeã no feminino e Portugal no masculino. 

“A Liga das Nações de Vôlei reúne as grandes equipes do Mundo e o acesso e descenso motiva ainda mais os países que estão lutando para chegar ao primeiro nível do esporte no mundo. A possibilidade de estar em uma competição como a Liga das Nações, enfrentando adversários de peso, jogando no mundo todo e podendo participar de uma competição de tal nível é muito importante para o crescimento”, destaca Ary Graça, presidente da Federação Internacional de Vôlei. 

No evento feminino, além da seleção do Peru, anfitriã, estarão disputando o título o Canadá, pela América do Norte e Caribe (Norceca), Tapiei, pela Ásia (AVC), duas equipes europeias ainda não classificadas, e o vencedor de um playoff entre Argentina e uma das duas equipes da Europa. 

Na competição masculina, além da Eslovênia, dona da casa, estarão em quadra o Egito, pela África (CAVB), Cuba, pela América do Norte e Caribe (Norceca), duas equipes europeias ainda não definidas e o vencedor do playoff entre uma equipe sul-americana e uma asiática também não conhecidas até o momento. 

As seis equipes por gênero serão divididas em dois grupos de três para o round-robin (todos contra todos), com os dois primeiros de cada grupo avançando para as semifinais e os vencedores fazendo a final.

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes