Roland Garros 2019 - Dia 3


O terceiro dia em Paris marcou o complemento da primeira rodada na chave de simples, com as estreias da número um do mundo e da atual campeão do torneio, e o início do torneio de duplas, que marcou o fim da parceria entre Bruno Soares e Jamie Murray.

Feminino: 

A número um do mundo Naomi Osaka passou apuros e esteve perto da eliminação precoce. Ela tomou um pneu no primeiro set da eslovaca Anna Karolina Schmiedlova. No segundo set, a eslovaca chegou a sacar pro jogo em 5-4, mas a japonesa conseguiu quebrar o saque da eslovaca, vencendo o set no tiebreak. No set decisivo, Osaka mostrou porque é a número um do mundo, fechando o set em 6-1, em quase duas horas de jogo, garantindo seu décimo quinto triunfo consecutivo em jogos de Grand Slams.

Osaka se tornou a segunda jogadora no torneio a vencer uma partida, após perder o set inicial por 6-0, feito primeiramente obtido pela russa Veronika Kudermetova no dia anterior contra a dinamarquesa Caroline Wozniacki.

Atual campeã do torneio, a romena Simona Halep, cabeça de chave 3, também sofreu um pouco, mas avançou para a segunda rodada após bater a australiana Ajla Tomljanovic por 2 a 1 (6-2, 3-6 e 6-1), em 1 hora e 35 minutos de jogo.

Dois jogos interessantes aconteceram na quadra Simonme-Mathieu, com duas vitórias bielorrussas. Na primeira, Viktoria Azarenka derrotou a letã Jelena Ostapenko, campeã em 2017, por 2 a 0 (6-4 e 7-6(4)). Em seguida, Aryna Sabalenka, cabeça de chave 11, superou a eslovaca Dominika Cibulkova também em sets diretos (7-5 e 6-1).

Outros resultados:
[14] Madison Keys [USA] 2-0 Evgeniya Rodina [RUS] [6-1, 6-2]
[16] Qiang Wang [CHN] 2-0 Saisai Zheng [CHN] [6-1, 7-5]
Karolina Muchova [CZE] 2-1 [17] Anett Kontaveit [EST] [3-6, 6-2, 6-2]
[21] Daria Kasatkina [RUS] 2-0 Jasmine Paolini [ITA] [6-2, 6-3]
[22] Bianca Andreescu [CAN] 2-1 Marie Bouzkova [CZE] [5-7, 6-4, 6-4]
[24] Caroline Garcia [FRA] 2-0 Mona Barthel [GER] [6-2, 6-4]
[27] Lesia Tsurenko [UKR] 2-0 Eugenie Bouchard [CAN] [6-2, 6-2]
[29] Maria Sakkari [GER] 2-0 Anna Tatishvili [USA] [6-0, 6-1]
Iga Swiatek [POL] 2-0 Selena Janicijevic [FRA] [6-3, 6-0]
Magda Linette [POL] 2-1 Chloé Paquet [FRA] [3-6, 6-1, 6-2]
Monica Puig [PUR] 2-0 Kirsten Flipkens [BEL] [6-1, 7-5]
Anna Blinkova [RUS] 2-1 Margarita Gasparyan [RUS] [6-3, 4-6, 8-6]
Priscilla Hon [AUS] 2-1 Timea Babos [HUN] [3-6, 6-2, 6-1]
Katerina Siniakova [CZE] 2-0 Elena Rybakina [KAZ] [7-6(5), 6-1]
Kurumi Nara [JPN] 2-1 Dalila Jakupovic [SLO] [7-5, 5-7, 6-3]
Aleksandra Krunic [SRB] venceu Daria Gavrilova [AUS] [6-3, 2-2 e abandono]
Irina-Camelia Begu [ROU] 2-0 Lin Zhu [CHN] [6-1, 6-1]
Amanda Anisimova [USA] 2-0 Harmony Tan [FRA] [6-3, 6-1]


Masculino:

Único brasileiro na chave de simples e que conseguiu vaga após furar o quali, Thiago Monteiro não foi páreo para o sérvio Dusan Lajovic, cabeça de chave 30, perdendo o jogo por 3 a 0 (6-3, 6-4 e 6-4), em duas horas e cinco minutos de partida.

O alemão Alexander Zverev, cabeça de chave 5, continua a sua sina de sofrer em partidas de Grand Slams. Zverev venceu os dois primeiros sets contra o australiano John Millman por 7-6(4) e 6-3, mas perdeu os dois seguintes por 6-2 e 7-6(5), para vencer no quinto set por 6-3, em mais de quatro horas de partida, já acumulando um desgaste que poderá pensar mais adiante.

Em duelo sul-americano, o argentino Juan Martin Del Potro saiu perdendo o primeiro set diante do chileno Nicolas Jarry por 6-3, mas venceu os sets seguintes por 6-2, 6-1 e 6-4, avançando para a segunda rodada. Principal esperança francesa do torneio, Gael Monfils, cabeça de chave 14, atropelou o japonês Taro Daniel, vencendo o jogo por 3 a 0 (6-0, 6-4 e 6-1), em apenas 1 hora e 41 minutos de jogo.

Outros resultados:
[9] Fabio Fognini [ITA] 3-1 Andreas Seppi [ITA] [6-3, 6-0, 3-6, 6-3]
[10] Karen Khachanov [RUS] 3-0 Cedrik-Marcel Stebe [GER] [6-1, 6-1, 6-4]
[18] Roberto Bautista Agut [ESP] 3-0 Steve Johnson [USA] [6-3, 6-4, 6-2]
[22] Lucas Pouille [FRA] 3-0 Simone Bolelli [ITA] [6-3, 6-4, 7-5]
[23] Fernando Verdasco [ESP] 3-1 Dustin Brown [GBR] [6-3, 6-7(4), 6-3, 6-2]
[28] Kyle Edmund [GBR] 3-2 Jeremy Chardy [FRA] [7-6(1), 5-7, 6-4, 4-6, 7-5]
Adrian Mannarino [FRA] 3-2 Stefano Travaglia [ITA] [6-7(5), 6-3, 3-6, 6-2, 6-2]
Taylor Fritz [USA] 3-0 Bernard Tomic [AUS] [6-1, 6-4, 6-1]
Gregoire Barrere [FRA] 3-1 Matthew Ebden [AUS] [6-3, 5-7, 7-5, 6-1]
Elliot Benchetrit [FRA] 3-0 Cameron Norrie [GBR] [6-3, 6-0, 6-2]
Ivo Karlovic [CRO] 3-1 Feliciano Lopez [ESP] [7-6(4), 7-5, 6-7(7), 7-5]
Antoine Hoang [FRA] 3-1 Damir Dzumhur [BIH] [6-4, 0-6, 7-6(5), 6-3]
Federico Delbonis [ARG] 3-1 Guillermo García-López [ESP] [6-1, 3-6, 6-3, 6-2]
Yoshihito Nishioka [JPN] 3-2 Mackenzie McDonald [USA] [6-7(7), 6-0, 4-6, 6-2, 6-3]
Jordan Thompson [AUS] 3-0 Alejandro Davidovich Fokina [ESP] [6-3, 6-2, 7-6(3)]
Mikael Ymer [SWE] 3-0 Blaz Rola [SLO] [6-0, 6-3, 7-6(5)]
Martin Klizan [SVK] 3-2 Mikhail Kukushkin [KAZ] [3-6, 5-7, 6-4, 6-2, 6-3]

Duplas:

Principais cabeças de chave do torneio, o brasileiro Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot estrearam vencendo os espanhóis Roberto Carballes Baena e Jaume Munar por 2 a 0 (6-3 e 7-6(2)), em uma hora e meio de jogo. 

Já o brasileiro Bruno Soares e o britânico Jaime Murray venceram o primeiro set diante dos italianos Matteo Berrettini e Lorenzo Sonego por 6-4, mas perderam os sets seguintes por 7-5 e 7-6(4), em duas horas e dez minutos de partida, dando adeus de forma precoce ao torneio.

Este jogo também representou o fim da parceria entre Bruno Soares e Jaime Murray, que anunciaram antes de Roland Garros que este seria o último torneio juntos. Bruno Soares a partir de agora fará parceria com o croata Mate Pavic.

Fotos: FFT

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes