Definidos os seis atletas da Canoagem Slalom que irão para Lima 2019


A Confederação Pan-americana de Canoagem – COPAC, oficializou as seis vagas para o Brasil nas provas de Canoagem Slalom e Canoagem Slalom Extremo que acontecerão em Lima de 02 a 04 de agosto, durante os Jogos Pan-americanos Lima 2019. O Brasil levou todas as vagas possíveis, sendo 3 atletas femininos e 3 atletas masculinos, nas categorias K1, C1 e Canoagem Slalom Extremo.

O Instituto Meninos do Lago de Foz do Iguaçu/PR garantiu ao país todas as vagas femininas com: Ana Sátila (C1), a irmã de Sátila Omira Estácia (K1) e Marina Costa (Canoagem Slalom Extremo) e, no masculino, Felipe Borges (C1) e Fábio Rodrigues (Canoagem Slalom Extremo) completaram o time de iguaçuenses, na disputa pelo K1 estará Pedro Henrique 'Pepê' Gonçalves da APEN – SP.
A conquista das vagas ocorreu durante as Seletivas Nacionais realizadas na Cidade de Três Coroas, no Estado do Rio Grande do Sul entre os dias 20 e 21 abril, mas era preciso aguardar a definição das vagas que foi oficializada na segunda-feira (6) pela COPAC. As provas de Canoagem Slalom e Canoagem Slalom Extremo acontecerão a partir do dia 02 de agosto.

Na edição dos Jogos Pan-americanos de Lima, as regras foram alteradas e nas provas do K1 e C1 Masculino e Feminino, cada país poderá ter somente um representante por prova, também houve a exclusão da modalidade do C2 Masculino e a inclusão de uma nova prova a da categoria Canoagem Slalom Extremo (CLSX), que já está no calendário dos Mundiais e nas temporadas de Copas do Mundo da Canoagem Slalom anualmente.

Disputa estreante nos Jogos Pan-americanos ela terá regras diferentes, porque todos os atletas inscritos em outras categorias poderão participar da fase de tomada de tempo e não apenas os atletas indicados para essa categoria específica, ou seja, haverá mais de um atleta por país inicialmente. Mas passarão para a segunda fase, porém, apenas o atleta masculino e a atleta feminina melhor colocado por país.

Ana Sátila é uma das principais canoístas do mundo e uma das favoritas para os Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020 e estará brigando por medalha nos Jogos Pan-americanos. Na edição de Toronto em 2015 a atleta voltou com duas medalhas no peito, na época pelo C1 com um ouro e no K1 a prata e novamente irá disputar dois pódios, na canoa e no Canoagem Slalom Extremo. “Estou muito feliz com a classificação para os Jogos, principalmente pelo fato da minha irmã Omira também ter conquistado o direito de representar o Brasil na categoria K1. Nós duas vamos buscar ouro no Peru e podem contar com o máximo de empenho nosso e de toda equipe para que isso se concretize”, diz.

No K1 Masculino estará Pepê Gonçalves de Piraju/SP. O atleta esteve no Pan de Toronto em 2015 e garantiu uma prata, agora quer buscar um ouro na mesma categoria e tentar mais um pódio no Canoagem Slalom Extremo. “Muito honrado e feliz de representar o meu país nos Jogos Pan-Americanos de Lima, o maior evento esportivo das Américas, vamos com tudo”. diz.

As provas da Canoagem Slalom em Lima iniciarão no dia 02 com a disputa do Canoagem Slalom Extremo, no dia 03 as classificatórias do K1 e C1 Masculino e Feminino, já as finais serão no dia 04 de agosto. 

Foto: Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes