CBJ anuncia convocados para os Jogos Pan-Americanos de Lima 2019


A Confederação Brasileira de Judô convocou nesta segunda-feira, 27, os 14 judocas que representarão o Time Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019, de 08 a 11 de agosto. O anúncio foi feito pelo medalhista olímpico e de Jogos Pan-Americanos, Flavio Canto, ao lado do gestor de Alto Rendimento da CBJ, Ney Wilson Pereira, em transmissão ao vivo no perfil oficial da CBJ no Instagram. 

A lista conta com a experiência dos medalhistas olímpicos Rafaela Silva (57kg), Mayra Aguiar (78kg) e Rafael Silva "Baby" (+100kg), que liderarão uma renovada seleção brasileira de judô com dez estreantes em Jogos Pan-Americanos.

"É muito importante para o atleta vivenciar esse ambiente de Jogos, de evento poliesportivo, com vila e com bastante atenção da mídia. Apesar de não valer para a classificação olímpica, os Jogos Pan-Americanos são uma ótima oportunidade para preparar nossa nova geração para o que eles vão encontrar no ano que vem no ambiente dos Jogos Olímpicos de Tóquio", pontuou Ney Wilson. "Esperamos contribuir com muitas medalhas para o Time Brasil e trazer um bom resultado da Missão Lima 2019 em parceria com o Comitê Olímpico do Brasil".

"É uma pequena Olimpíada. Na verdade, é uma grande experiência para quem quer ir a uma Olimpíada. Tem a vila pan-americana, a energia é diferente, a pressão é maior, você tem muito mais imprensa em cima e, para quem não está acostumado, é uma experiência fundamental", complementou Flavio Canto, que tem em seu currículo quatro participações em Jogos Pan-Americanos (1995, 1999, 2003 e 2007) e duas em Jogos Olímpicos (Atlanta 1996 e Atenas 2004). 

A equipe masculina chegará à Lima com 100% de renovação em relação à participação do Brasil em Toronto 2015. Os convocados foram: Renan Torres (60kg/Sesi/SP), Daniel Cargnin (66kg/Sogipa/RS), Jeferson Santos Jr (73kg/Instituto Reação/RJ), Eduardo Yudy Santos (81kg/ECPinheiros/SP), Rafael Macedo (90kg/Sogipa/RS), Leonardo Gonçalves (100kg/Sogipa/RS) e Rafael Silva "Baby" (+100kg/ECPinheiros/SP).

No feminino, o Brasil vai com Nathália Brígida (48kg/Sogipa/RS), Larissa Pimenta (52kg/ECPinheiros/SP), Rafaela Silva (57kg/Instituto Reação/RJ), Aléxia Castilhos (63kg/Sogipa/RS), Ellen Santana (70kg/ECPinheiros/SP), Mayra Aguiar (78kg/Sogipa/RS) e Beatriz Souza (+78kg/ECPinheiros/SP). Dessas, apenas Brígida, Rafaela e Mayra estiveram em Toronto em 2015.

A lista final foi definida após as disputas do Campeonato Pan-Americano de Judô e da Copa Pan-Americana de Judô de 2018 e 2019, eventos que distribuíram pontos no ranking pan-americano classificatório para os Jogos.

"A equipe é jovem, mas já tem rodagem. É, praticamente, a base da seleção que vai ao Campeonato Mundial e da que foi ao Campeonato Pan-Americano Sênior deste ano, que foi uma boa prévia do que nos espera nos Jogos. Estamos confiantes de que podemos melhorar alguns resultados em relação ao Campeonato Pan-Americano", completa Ney Wilson.

Entre experientes e novatos, os convocados têm um ponto em comum: todos os 14 judocas brasileiros nestes Jogos Pan-Americanos vão em busca de uma medalha de ouro inédita em suas carreiras.

LIMA - TÓQUIO

Após o Pan, parte da delegação embarcará direto para a cidade de Hamamatsu, no Japão, onde farão a aclimatação para o Campeonato Mundial de Tóquio, que será de 25 de agosto a 1º de setembro.

PROGRAMAÇÃO LIMA 2019

06/08 - Embarque (Guarulhos - Lima)
12/08 - Lima - Tóquio (Mundial)
07/08 - Sorteio das Chaves (Videna) - 14h

COMPETIÇÃO

08/08: Nathália Brígida (48kg), Larissa Pimenta (52kg) e Renan Torres (60kg)
09/08: Rafaela Silva (57kg), Daniel Cargnin (66kg) e Jeferson Santos Jr (73kg)
10/08: Aléxia Castilhos (63kg), Ellen Santana (70kg), Eduardo Yudy (81kg) e Rafael Macedo (90kg)
11/08: Mayra Aguiar (78kg), Beatriz Souza (+78kg), Leonardo Gonçalves (100kg) e Rafael Silva (+100kg)

Horários*

Dias 08, 09 e 10
15h - Preliminares
16h40 - Finais

Dia 11
9h - Preliminares
11h - Finais

*Hora local Lima, Peru

HISTÓRICO DO JUDÔ EM JOGOS PAN-AMERICANOS

97 MEDALHAS - 25 OUROS / 29 PRATAS / 43 BRONZES

1963 (São Paulo/BRA):
Lhofei Shiozawa (-80kg/ouro)
Milton Lovato (-80kg/prata)
George Medhi (aberta/prata)

1967 (Winnipeg/CAN):
Akira Ono (-63kg/ouro)
Takeshi Miura (-70kg/ouro)
Lhofei Shiozawa (-80kg/prata)
George Mehdi (aberta/bronze)

1971 (Cali/COL):
Não Participou

1975 (Cidade do México/MEX):
Ricardo Oliveira Campos (-93kg/ouro)
Roberto Zuasnabar Machusso (-70kg/prata)
Carlos Eduardo Motta (-80kg/prata)
Luiz Shinohara (-63kg/bronze)
Fenelon Oscar da Silva (+93kg/bronze).

1979 (San Juan/PUR):
Luiz Shinohara (-60kg/ouro)
Carlos Cunha (-78kg/ouro)
Carlos Pacheco (-95kg/ouro)
Oswaldo Simões (-95kg/ouro e +95kg/bronze)
Luiz Onmura (-65kg/prata)
Roberto Machusso (-71kg/bronze).

1983 (Caracas/VEN):
Inez Nazareth (-48kg/prata)
Luiz Shinohara (-60kg/prata)
Luiz Onmura (-71kg/prata)
Aurélio Miguel (-95kg/prata)
Federico Flexa (+95kg/prata)
Solange Almeida Pessoa (-52kg/bronze)
Tânia Ishii
(-56kg/bronze)
Carla Lívia Müller Duarte (-61kg/bronze)
Soraia André (+72kg/bronze)
Sérgio Santos (-65kg/bronze)
Walter Carmona (-86kg/bronze)

1987 (Indianápolis/EUA):
Mônica Angelucci (-48kg/ouro)
Soraia André (-70kg/ouro)
Sergio Pessoa (-60kg/ouro)
Rinaldo Cagianno (-86kg/ouro)
Aurélio Miguel (-95kg/ouro)
Nelson Onmura (-65kg/prata)
Luiz Onmura (-71kg/prata)
Federico Alfredo (+95kg/prata)
Soraya Carvalho (-61kg/bronze)
Rosimeri Salvador (+72kg/bronze)
Ivana Santana (aberta/bronze)
Rogério Cherubim (aberta/bronze)

1991 (Havana/CUB):
Shigueto Yamazaki (-60kg/ouro)
Patricia Dias Bevilacqua (-52kg/prata)
Sérgio Ricardo Oliveira (-71kg/prata)
Mônica Angelucci (-45kg/bronze)
Maria Cristina de Souza (-48kg/bronze)
Edilene Aparecida de Andrade (+72kg/bronze)
Soraia André (aberta/bronze)
Sumio Tsujimoto (-56kg/bronze)
Renato Gagnino (-78kg/bronze)
Federico Flexa (-95kg/bronze)

1995 (Mar del Plata/ARG):
José Mario Tranquillini (+95kg/ouro)
Edilene Andrade (+72kg/prata)
Carlos Eduardo Matt (-86kg/prata)
Daniel Fausto Dell’Aquila (-95kg/prata)
Andreia Berti Rodrigues (-48kg/bronze)
Danielle Zangrando (-56kg/bronze)
Vânia Ishii (-66kg/bronze)
Valeria Brandino (-72kg/bronze)
Rodolfo Yamayose (-56kg/bronze)
Carlos Anderson Bortole (-60kg/bronze)
Henrique Guimarães (-65kg/bronze)
Sergio Ricardo Oliveira (-71kg/bronze)
Flávio Canto (-78kg/bronze)

1999 (Winnipeg/CAN):
Vânia Ishii (-63kg/ouro)
Denilson Lourenço (-60kg/prata)
Flávio Canto (-81kg/prata)
Daniel Hernandes (+100kg/prata)
Fabiane Hukuda (-52kg/bronze)
Danielle Zangrando (-57kg/bronze)
Edinanci Silva (-78kg/bronze)
Priscila Marques (+78kg/bronze)
Sebástian Pereira (-73kg/bronze)
Marcelo Figueiredo (-100kg/bronze)

2003 (Santo Domingo/DOM):
Luiz Camilo (-73kg/ouro)
Flávio Canto (-81kg/ouro)
Mário Sabino (-100kg/ouro)
Daniel Hernandes (+100kg/ouro)
Edinanci Silva (-78kg/ouro)
Vânia Ishii (-78/prata)
Fabiane Hukuda (-52kg/bronze)
Tânia Ferreira (-57kg/bronze)
Henrique Guimarães (-66kg/bronze)
Carlos Honorato (-90kg/bronze)

2007 (Rio de Janeiro/BRA):
Danielle Zangrando (-57kg/ouro)
Edinanci Silva (-78kg/ouro)
João Derly (-66kg/ouro)
Tiago Camilo (-90kg/ouro)
Daniela Polzin (-48kg/prata)
Érika Miranda (-52kg/prata)
Danielle Yuri (-63kg/prata)
Mayra Aguiar (-70kg/prata)
Leandro Guilheiro (-73kg/prata)
João Gabriel Schlitter (+100kg/prata)
Priscila Marques (+78kg/bronze)
Alexandre Lee (-60kg/bronze)
Luciano Corrêa (-100kg/bronze)

2011 (Guadalajara/MEX):
Felipe Kitadai (-60kg/ouro)
Leandro Cunha (-66kg/ouro)
Bruno Mendonça (-73kg/ouro)
Leandro Guilheiro (-81kg/ouro)
Tiago Camilo (-90kg/ouro)
Luciano Corrêa (-100kg/ouro)
Érika Miranda (-52kg/prata)
Rafaela Silva (-57kg/prata)
Rafael Silva (+100kg/prata)
Sarah Menezes (-48kg/bronze)
Maria Portela (-70kg/bronze)
Mayra Aguiar (-78kg/bronze)
Maria Suelen Altheman (+78kg/bronze)

2015 (Toronto/CAN):
Érika Miranda (-52kg/ouro)
Charles Chibana (-66kg/ouro)
Tiago Camilo (-90kg/ouro)
Luciano Corrêa (-100kg/ouro)
David Moura (+100kg/ouro)
Felipe Kitadai (-60kg/prata)
Mayra Aguiar (-78kg/prata)
Victor Penalber (-81kg/bronze)
Nathália Brigida (-48kg/bronze)
Rafaela Silva (-57kg/bronze)
Mariana Silva (-63kg/bronze)
Maria Portela (-70kg/bronze)
Maria Suelen Altheman (+78kg/bronze)

Fonte/Foto: CBJ

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes