Brasil já coloca três duplas masculinas na fase eliminatória da etapa de Itapema do Circuito Mundial de Vôlei de Praia


O público compareceu em peso ta quinta-feira (16.05) e deu bastante suporte às duplas brasileiras no torneio masculino de Itapema (SC), do Circuito Mundial de Vôlei de Praia 2019. Na chave masculina o Brasil contou com seis duplas que conseguiram quatro vitórias em nove jogos disputados na fase de grupos. Com este resultado três duplas garantiram vaga fase eliminatória.

O melhor desempenho verde e amarelo entre os homens nesta quinta-feira ficou por conta de Evandro e Bruno Schmidt (RJ/DF). No primeiro jogo da dupla pelo grupo F, Evandro e Bruno levaram a melhor sobre Saxton/O’Gorman (CAN) por 2 sets a 0 (21/19 e 21/12). Na segunda rodada eles enfrentaram os mexicanos Juan Virgen e Rodolfo Ontiveros, e venceram novamente em dois sets (21/15 e 21/9). Campeão em Itapema nos dois últimos eventos realizados na cidade catarinense, Evandro avaliou o resultado do primeiro dia.

“A gente ainda precisa de um pouco mais de tempo para ajustar nosso entrosamento, então estamos indo mais na vontade, na dedicação dos dois. Eu estou escutando muito mais o Bruno, a minha comissão técnica. Tivemos dois resultados ruins no Circuito Mundial, mas pelo que vínhamos apresentando juntos não merecíamos isso. Mas o nível do Circuito é altíssimo. No jogo contra os mexicanos o meu saque funcionou muito bem, um fundamento que domino melhor. Conseguimos anular a jogada pela entrada deles, o que foi suficiente para conseguirmos a vitória e sair em primeiro no grupo”, comentou Evandro.

Com uma vitória em dois jogos Alison/Álvaro Filho (ES/PB) e Guto/Saymon (RJ/MS) passaram da fase de grupos, mas estão na repescagem. Alison e Álvaro passaram por Slick/Allen (EUA) por 2 sets a 1 (12/21, 21/15 e 15/12), mas depois foram superados por Brouwer/Meeuwsen (HOL) por 2 sets a 0 (17/21 e 16/21). Guto e Saymon venceram Perusic/Schweiner (RTC) por 2 sets a 1 (21/18, 17/21 e 15/8). No entanto, na segunda rodada, eles sofreram revés para Bryl/Fijalek (POL) por 2 sets a 0 (13/21 e 20/22). Apesar de não ter garantido vaga direta para as oitavas Guto se mostrou confiante ao final do jogo contra os poloneses.

“A gente sabia que o segundo jogo seria muito difícil, o Bryl e o Fijalek estão em uma sequência muito boa. Tivemos dificuldades no primeiro set. Já no segundo fomos melhores até a reta final, mas aí foi a vez de eles reverterem a situação, e conseguiram se impor nos detalhes, o que fez a diferença. Estamos bem no torneio, hoje nosso jogo não encaixou contra os poloneses. Vamos ver agora quem será o adversário na repescagem amanhã e estudar bastante”, disse Guto.


As demais duplas brasileiras não conseguiram vencer na primeira rodada e jogarão a repescagem na manhã desta sexta-feira (17.05). André/George (ES/PB) foi superado por Rob Seidl/Waller (AUT) por 2 sets a 0 (28/30 e 18/21), e agora enfrentam Azaad/Capogrosso (ARG). Thiago e Oscar (RJ/SC) sofreram o revés para Losiak/Kantor (POL) por 2 sets a 0 (8/21 e 17/21), e na próxima rodada jogam com Doherty/Hyden (EUA). Pedro Solberg/Vítor Felipe (RJ/PB) não passaram por Beeler/Krattiger (SUI), os suíços venceram por 2 sets a 0 (17/21 e 15/21). O próximo compromisso da dupla será com os primos chilenos Marco e Esteban Grimalti.

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes