Segundo colunista, jogadora denuncia ex-treinador da seleção masculina de Polo Aquático por assédio sexual


Segundo o colunista Lauro Jardim, do jornal o Globo, a atleta de polo aquático da seleção brasileira e do Pinheiros, Melani Dias, apresentou ao Conselho de Ética do COB (Comitê Olímpico do Brasil) uma denúncia de assédio sexual contra André Avallone, ex-técnico da seleção masculina da modalidade.

André deixou o cargo de treinador há pouco mais de dois meses, o treinador levou a equipe ao título da Copa UANA de Polo Aquático, disputada no começo do ano em São Paulo.

A jogadora diz no seu depoimento ao comitê de ética, ao qual o colunista teve acesso, que durante uma viagem em que toda a delegação estava hospedada no mesmo hotel, Avallone a chamou ao seu quatro, sob pretexto de fazer uma proposta para que ela se transferisse para o Sesi, clube ao qual o técnico é vinculado. Em seguida, porém, segundo a denúncia, começaram as investidas.

A atleta fala no documento que de uma hora para outra, Avallone começou a contar sobre outras atletas com quem ele teria mantido relações afetivas. Melani afirma que se surpreendeu quando ele sugeriu que "gostaria que fosse 'nosso segredo' manter possíveis relações comigo" durante futuras competições.

"Logo, fiquei sem expressões, imaginando que eu gostaria de deixar o quarto naquele exato momento de confissões exageradas. André Avallone veio em minha direção e logo anunciou que gostaria de ter algo comigo naquele exato momento", disse Melani.

Melani afirma ainda que André Avallone tentou tranquilizá-la. Prometeu que não faria nada sem seu consentimento. Em seguida, no entanto, de acordo com o documento, Avallone "começou a mexer no celular, insinuando que eu gostaria de 'brincar' sem tocar nele ou ele me tocar".

A atleta contou ainda que ficou assustada e, ao fim, desabou. "Consegui sair do quarto dele e, chegando ao meu quarto, caí em lágrimas, pois eu achava que, para aquele técnico, eu era apenas uma jogadora que ele gostaria de ter em sua equipe, porém, ao meu ver, não era para isso que ele me chamou para conversar".

Procurados pelo jornal, nem Melani e nem Avalone quiseram comentar o assunto.

O caso de André se soma a outro caso de assédio recente, o ex-treinador de Ginástica Artistica da seleção brasileira, Fernando de Azevedo, que foi banido do esporte após denuncias feitas por ginastas que trabalharam com ele na seleção e no clube que treinava, em São Bernardo do Campo.

Com informações de: O Globo
Foto: Sátiro Sodré

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes