Mundial de Tênis de Mesa 2019 - Dia 5


A melhor campanha de um brasileiro na história do Campeonato Mundial de Tênis de Mesa chegou ao final nesta quinta-feira (25). Diante do chinês Ma Long, campeão olímpico e bicampeão mundial, Hugo Calderano caiu por 4 sets a 1 (11/8, 8/11, 1/11, 3/11 e 8/11), nas oitavas de final do torneio.

Muito prejudicado pelo sorteio do Mundial (apesar das credenciais, Ma Long joga poucos Abertos e não ocupa as primeiras colocações do ranking mundial), Hugo Calderano quer continuar se preparando para sonhar ainda mais alto. Ele parou nas oitavas de final, assim como Ubiraci Rodrigues da Costa, o Biriba, no Mundial de Pequim, em 1961, e Cláudio Kano, em Nova Déli, no ano de 1987.

“O sorteio faz parte da competição. Infelizmente, joguei com o Ma Long. Mas foi uma experiência muito boa. Vou continuar treinando para ganhar dele e dos outros atletas da China no futuro. Não posso dizer que fico satisfeito, pois sempre quero ir além. Eu sei que tenho a capacidade de enfrentar os melhores, só é muito difícil manter a regularidade e a consistência”, analisa o brasileiro.

no outros confrontos das oitavas de final, vimos a desistência de Timo Boll (GER) da competição por contusão, abandonando o torneio individual masculino e duplas. Outra surpresa foi a eliminação de Fan Zhengdong (CHN) um dos favoritos ao título. Nas quartas de final, apenas Mattias Falck (SWE) e Simon Gauzy (FRA) são os 'intrusos' entre os asiáticos.

Nas duplas masculinas, teremos um finalista inédito, com o espanhol Álvaro Robles e o romeno Ovidiu Ionescu que venceram por 4 x 0 em seu confronto contra o sueco Mattias Falck e Kristian Karlsson (11-5, 11-7, 13-11, 11-9), enquanto a dupla portuguesa Tiago Apolonia e João Monteiro progrediu após a retirada do alemão Timo Boll e Patrick Franziska. Elas se enfrentaram em uma das semifinais. Na outra, um duelo chinês entre Ma Long/ Chuqin Wang e Liang Lingkun/Gayouan Lin

No feminino, teremos duas semifinais chinesas, mostrando a grande força do país entre o tênis de mesa feminino. Será a nona vez na história do campeonato que a China dominará todo o pódio em um mundial.

Nas duplas femininas, teremos a certeza de um duelo Japão x China na final, com uma semifinal feita por duplas japonesas e a outra, por duplas chinesas. Nas duplas mistas, já teremos uma final China x Japão, com Xu Xin/Liu Shiwen (CHN) e Maharu Yoshimura/Kasumi Ishikawa (JPN)

foto: Abelardo Mendes Júnior/ Rede do esporte

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes