COI anuncia à Federação Olímpica da Irlanda que o boxe estará em Tóquio/2020


O Comitê Olímpico Internacional (COI) garantiu à Federação Olímpica da Irlanda (OFI) que o boxe será disputado nas Olimpíadas de 2020, em Tóquio. 

O COI havia ameaçado a Associação Internacional de Boxe (AIBA) com a expulsão da modalidade dos Jogos se a entidade não adotasse critérios para sua governança. As advertências do COI, no entanto, foram amplamente desafiadas pela eleição, em outubro passado, de Gafur Rakhimov, do Uzbequistão, como presidente da organização. 

Rakhimov foi ligado ao crime organizado na Ásia Central, embora negue. Os EUA também colocaram Rakhimov na condição de membro de uma gangue envolvida no transporte e venda de heroína e ele também está proibido de entrar em muitos países, incluindo, além do próprio Estados Unidos, a Argentina e a Austrália.

Apesar dos embates com a AIBA, o COI teria garantido à presidente da OFI, Sarah Keane, que o esporte será mantido para Tóquio 2020. 

"Eles disseram que o boxe estará nos jogos", disse Keane em uma coletiva de imprensa, quando a conversa voltou-se para sua mais recente reunião com o COI, em Lausanne. 

"Nós perguntamos a eles se haverá alguma surpresa e se eles poderiam nos informar, já que o boxe é tão importante para a nossa nação", afirmou a presidente. 

O boxe é o esporte olímpico mais bem sucedido da Irlanda, que nesse ciclo tem dois boxeadores com esperança de medalhar para o país: Kellie Harrington e Joe Ward. 

Foto: Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes