Top 10 do Tênis de Mesa mundial, Hugo Calderano renova com clube alemão até 2021


Hugo Calderano, sexto colocado do ranking mundial de tênis de mesa, renovou na última quarta-feira (20) seu contrato com o Liebherr Ochsenhausen, clube que, nesta temporada, conquistou a Copa da Alemanha e lidera a Bundesliga, como é chamado o campeonato nacional.

O carioca de 22 anos chegou à equipe em 2014 e está na sua quinta temporada. A extensão de contrato de Hugo prevê uma nova divisão em seus compromissos com o clube: a partir de agora, ele terá mais flexibilidade para disputar mais eventos internacionais, como as etapas do Circuito Mundial.

"Escolhi continuar no TTF Ochsenhausen por vários motivos. Eu já estou muito adaptado à cidade e ao clube, além de contar com a estrutura e profissionais e jogadores de alto nível que vão ser fundamentais na minha preparação para Tóquio 2020", afirmou o mesa-tenista.

A chegada de Hugo fez parte de um intenso processo de renovação no elenco de Ochsenhausen, que investiu em jovens talentos de grande potencial. Além do brasileiro, o clube conta ainda em seu elenco com o francês Simon Gauzy (31º), o sul-coreano Jang Woojin (11º), o austríaco Stefan Fegerl (64º) e o polonês Jakub Dyjas (69º).

Ochsenhausen vive um momento de resultados crescentes: na temporada passada, foi vice-campeão alemão e semifinalista da Champions League; nesta, é o primeiro colocado da Bundesliga, após 19 rodadas, e já conquistou a Copa da Alemanha.

A Copa da Alemanha não foi o único título que Hugo já conquistou em 2019: ele também foi campeão da Copa Pan-Americana, no início de fevereiro, em Porto Rico. Além da medalha de ouro, o brasileiro levou uma vaga na Copa do Mundo individual deste ano, que será disputada na China, em novembro.

Hugo também vem de ótimos resultados em 2018, alcançando a melhor marca das Américas no ranking mundial desde a sua criação. Entre seus feitos do ano passado estão a vitória sobre o atual número um do mundo, o chinês Fan Zhendong, no Grand Finals, e as medalhas de prata e bronze nos Abertos do Qatar e da Hungria - o primeiro é uma etapa da série Platinum, equivalente a um Grand Slam do tênis. Além disso, foi um dos quatro indicados pela Federação Internacional ao prêmio de Estrela do Ano.

Foto: Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes