Onze brasileiros estão no exterior para a disputa de torneios de parabadminton


Onze atletas da Seleção Brasileira de parabadminton embarcaram na madrugada da última sexta-feira, 22, para Antalya, na Turquia, onde disputarão o Aberto Internacional de Parabadminton da Turquia 2019. O torneio será de 25 a 30 de março e, na semana seguinte, de 1º a 7 de abril, os mesmos atletas competirão no Aberto de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Para se prepararem aos dois torneios, a Seleção realizou uma fase de treinamento no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, entre os dias 18 e 21 de março.

O Brasil já possui oito atletas do parabadminton classificados para os Jogos Parapan-Americanos de Lima 2019. O torneio da Turquia é a última oportunidade para os atletas conquistarem pontos para o ranking classificatório para os Parapan.

“Tivemos uma boa evolução desde que iniciamos a preparação para os Jogos de Tóquio, no ano passado. Corrigimos muitos erros básicos e os atletas começaram pensar como atletas de Seleção. Também mudamos a estratégia de treino. Na temporada anterior, as fases de treinamento acompanhavam o calendário nacional e, a partir de agora, antecedem as competições internacionais como uma preparação para o evento, na qual fazemos ajustes técnicos e psicológicos para que eles cheguem lá com mais concentração”, explicou Arthur Nogueira, coordenador-técnico do parabadminton.

O carioca Eduardo de Oliveira, 39 anos, integra a Seleção que representará o Brasil na Europa. O atleta sofreu um acidente na maternidade, que provocou uma perda parcial dos movimentos do braço direito. Em 2008, foi apresentado ao parabadminton e, em 2013, foi sua primeira convocação para a Seleção Brasileira.

“Desde o ano passado, nós estamos acelerando o ritmo de treinos. O alvo principal são os Jogos de Tóquio 2020, mas sabemos da importância dos Jogos Parapan-Americanos. Os torneios da Turquia e de Dubai são muito relevantes na nossa preparação, pois conheceremos novos atletas e teremos a oportunidade de nos testar em disputas de alto nível”, comentou Eduardo, que foi campeão simples e em dupla, na classe SU5, no Pan-Americano da modalidade em 2018.

A temporada 2019 ainda reserva para o parabadminton o Campeonato Mundial da modalidade, em Basel, na Suíça, que antecederá os Jogos Parapan-Americanos de Lima. O Mundial será um evento importante para os atletas conquistarem pontos para o ranking classificatório para os Jogos Paralímpicos de Tóquio.

Foto: Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes