Judô do Brasil disputa o Grand Prix de Tbilisi a partir desta sexta-feira



Da Rússia para a Geórgia. Depois das seis medalhas conquistadas no Grand Slam de Ecaterimburgo, o judô brasileiro volta ao Circuito Mundial IJF nesta sexta-feira, 29, em busca de mais pódios e pontos no Grand Prix de Tbilisi, na Geórgia. Serão três dias de disputas - de sexta a domingo - no evento que vale até 700 pontos no Ranking Mundial e que ganhou peso no processo de formação da equipe que vai ao Campeonato Mundial de Tóquio 2019. 

"O Grand Prix de Tbilisi fecha o primeiro trimestre de competições da seleção brasileira e começa a afunilar o processo de classificação para o Campeonato Mundial, já que fecharemos a equipe em maio, após o Grand Slam de Baku", explica Ney Wilson Pereira, gestor de Alto Rendimento da CBJ.  

De acordo com os critérios de convocação da CBJ, podem ser convocados para o Campeonato Mundial os 9 brasileiros melhores colocados por gênero no Ranking Mundial. 


Programação na Geórgia

No primeiro dia em Tbilisi, o Brasil será representado por Phelipe Pelim (60kg), Felipe Kitadai (60kg), Charles Chibana (66kg), Nathália Brígida (48kg), Larissa Pimenta (52kg), Yasmim Lima (52kg) e a campeã olímpica Rafaela Silva (57kg). 

No sábado, será a vez de Marcelo Contini (73kg), Eduardo Barbosa (73kg) e Maria Portela (70kg) lutarem por um lugar no pódio do GP. E, por fim, no domingo, lutarão Rafael Macedo (90kg), Rafael Buzacarini (100kg) e Beatriz Souza (+78kg). 

Foto: IJF

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes