Brasil garante quatro medalhas em torneio de boxe na Bulgária

O Brasil garantiu presença em quatro semifinais do Strandja Tournament de Boxe, na Bulgária, com isso, já temos no mínimo quatro medalhas de Bronze garantidas.

Wanderson Oliveira (64kg), o popular “Sugar”, venceu Harrison Garside, da Austrália, por decisão unânime dos jurados. O primeiro round foi de muito estudo e equilíbrio, com uma pequena vantagem para o nosso boxeador. No round seguinte, Wanderson conseguiu encontrar a melhor distância e conectou excelentes diretos no australiano, provocando um corte na região dos olhos do adversário. No terceiro round, “Sugar” continuou com o mesmo ímpeto e não deixou dúvidas quanto ao resultado.

Ainda no masculino, Douglas Andrade (52kg) fez um clássico das Américas contra o pugilista argentino Nicanos Quiroga, em um excelente combate que levantou aplausos de todo o público do ginásio ao término da luta. Douglas fez valer da sua superioridade técnica utilizando muito bem as ações na média e longa distâncias, conseguindo assim dominar o combate durante os três rounds. Ao final, todos os cinco jurados declararam o brasileiro vencedor.

No feminino, a vitória veio dos punhos de Beatriz Ferreira (60kg), que fez o seu melhor combate no torneio, dominando durante os três rounds a sua rival norte-americana Rashida Ellis. Prevaleceu a superioridade física e tática de Bia ao encurralar praticamente por todo o combate a sua adversária nas cordas e conectar os melhores golpes. Mais uma vez todos os jurados foram unânimes em declarar a brasileira como vencedora.

A vitória de Abner Teixeira (91kg) veio ainda na pesagem, antes da luta. Devido a uma lesão do ucraniano Ramazan Muslimov, que iria enfrenta-lo, a luta não aconteceu. Essa luta seria uma revanche, já que Abner havia derrotado o mesmo oponente no último torneio na Finlândia.

Infelizmente, Jucielen Romeu (57kg) acabou sendo superada pela italiana Irma Testa, campeã Mundial Juvenil em 2015, de maneira unânime.

Beatriz Soares (69kg) também foi superada em decisão unânime pela indiana Lovlina Borgohain, que foi medalhista de prata no último mundial da Índia em 2018.

Nesta segunda-feira (10), nas semifinais, Beatriz Ferreira (60kg) disputará uma vaga na final contra a russa Anna Krasnoperova. Wanderson “Sugar” Oliveira (64kg) terá pela frente Sanatali Toltayev, do Cazaquistão.

Abner Teixeira (91kg) vai lutar contra Vassily Levit, também do Casaquistão. Douglas Andrade (52kg) vai encarar um atleta da casa, o búlgaro Daniel Asenov.

Foto: BBF

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes