Concentrada no interior de São Paulo, seleção feminina de judô do Brasil se prepara para série de três competições seguidas

A seleção brasileira feminina de judô se apresentou na última semana em Pindamonhangaba, interior de São Paulo, para um período de dez dias de treinamentos com a comissão técnica da Confederação Brasileira de Judô. A concentração, que começou em 23 de janeiro e vai até primeiro de fevereiro, servirá como preparação da equipe para uma série de três competições seguidas no Circuito Mundial: o Grand Slam de Paris, o Aberto de Oberwart e o Grand Slam de Dusseldorf, todas em fevereiro.

Para esses eventos, que distribuirão pontos importantes na classificação olímpica, foram convocadas duas atletas por categoria de peso: Nathália Brígida (48kg), Sarah Menezes (48kg), Eleudis Valentim (52kg), Larissa Pimenta (52kg), Rafaela Silva (57kg), Tamires Crude (57kg), Aléxia Castilhos (63kg), Ketleyn Quadros (63kg), Maria Portela (70kg), Ellen Santana (70kg), Mayra Aguiar (78kg), Samanta Soares (78kg), Maria Suelen Altheman (+78kg) e Beatriz Souza (+78kg).

Todas estarão em Pinda, exceto Nathália Brígida e Ketleyn Quadros, que competiram no Grand Prix de Tel Aviv nesta semana. Na concentração, elas terão ainda o apoio de outras 13 atletas, o que deixa o treino mais diversificado e próximo da realidade das competições. 

"Esse treino em concentração no começo do ano é bom para juntar todo mundo. Tem bastante menina da minha categoria com quem eu posso treinar, o que faz com que fique mais real. Vamos fazer bastante treino de luta para chegar nessas três competições bem preparadas", comenta Mayra Aguiar. 

Para a bicampeã mundial e medalhista olímpica, 2019 será um ano de muitas competições e de ajustes para 2020. 

"É um ano super importante para a gente ver o que está faltando. Vou competir bastante também e quero chegar bem. Estou me sentindo bem, preparada. Essas competições de início de temporada são, logicamente, muito duras, mas também são quase que um treinamento. É observar como estamos indo e ajustar ao longo das competições", completa.

As judocas embarcarão para Paris cinco dias após saírem da concentração e só retornarão ao Brasil no dia 26 de fevereiro. As disputas na França serão nos dias 9 e 10, seguidas por um treinamento de campo internacional na capital francesa até o dia 14, quando partirão para a Áustria para lutar o Aberto de Oberwart no dia 16. A última parada será na Alemanha, nos dias 22, 23 e 24 de fevereiro para a disputa do Grand Slam de Dusseldorf. Estarão em jogo, no total, 2100 pontos (mil para cada Grand Slam e 100 no Aberto) no Ranking Mundial classificatório para os Jogos de Tóquio 2020. 

Foto: CBJ


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes