Australian Open 2019 - Dia 8


O oitavo dia em Melbourne teve como destaque a definição os últimos classificados para a fase de quartas de final em simples, além da grande vitória de Bruno Soares e Jamie Murray nas duplas.

Feminino:

A ucraniana Elina Svitolina garantiu presença nas quartas de final ao superar a americana Madison Keys por 2 a 1 (6-2, 1-6 e 6-1), em 1 hora e 36 minutos de jogo e já repete a campanha do ano passado. Sua adversária será a japonesa Naomi Osaka, que também em três sets venceu a letã Anastasija Sevastova, só que de virada (4-6, 6-3 e 6-4), em 1 hora e 47 minutos de partida.

Svitolina e Osaka se enfrentam não apenas por uma vaga na semifinal, mas também para ver quem permanece na briga pelo posto de número um do ranking da WTA. Em cinco confrontos disputados entre elas, a ucraniana leva vantagem com três triunfos.

O único jogo que terminou em dois sets foi entre a tcheca Karolina Pliskova e a espanhola Garbiñe Muguruza, com triunfo da tcheca por 2 a 0 (6-3 e 6-1), em apenas uma hora de partida, chegando assim pela terceira vez consecutiva a uma fase de quartas de final deste torneio. Pliskova terá pela frente agora a americana Serena Williams, que no jogo mais aguardado do dia, derrotou a romena Simona Halep por 2 a 1 (6-1, 4-6 e 6-4), em 1 hora e 47 minutos de partida. Em três confrontos disputados entre Serena e Pliskova, a americana leva vantagem com duas vitórias.

Com a eliminação, Halep agora terá que secar quatro tenistas para se manter no topo do ranking mundial. A romena terá que torcer para que Naomi Osaka e Petra Kvitova não cheguem à fase semifinal e para que Elina Svitolina e Karolina Pliskova não cheguem à final.


Masculino:

No único jogo que terminou em três sets, o canadense Milos Raonic derrotou o alemão Alexander Zverev por 3 a 0 (6-1, 6-1 e 7-6(5)), em quase duas horas de jogo. Zverev permanece com sua sina de não ir bem em torneios Grand Slams, já que apenas em Roland Garros no ano passado que o alemão conseguiu avançar da fase de oitavas de final.

Raonic enfrentará nas quartas de final o francês Lucas Pouille, que venceu de virada o croata Borna Coric por 3 a 1 (6-7(4), 6-4, 7-5 e 7-6(2)), em 3 horas e 15 minutos de jogo. O francês, até esta edição do torneio, nunca havia vencido uma partida no Australian Open. Raonic e Pouille se enfrentaram três vezes, com o canadense vencendo todas as partidas.

No jogo mais emocionante da chave masculina e que durou cinco horas e cinco minutos, o japonês Kei Nishikori saiu de dois sets abaixo e derrotou o espanhol Pablo Carreno Busta por 6-7(8), 4-6, 7-6(4), 6-4 e 7-6, com 10-8 no match tiebreak. O japonês pegará o sérvio Novak Djokovic, que derrotou o russo Daniil Medvedev por 3 a 1 (6-4, 6-7(5), 6-2 e 6-3), em três horas e quinze minutos de jogo. O sérvio tem ampla vantagem no confronto direto, já que venceu quinze dos dezessete jogos disputados.

Duplas: 

Pela terceira rodada, o brasileiro Bruno Soares e o britânico Jamie Murray venceram o alemão Kevin Krawietz e o croata Nikola Mektic por 2 a 1 (6-7(3), 6-2 e 7-5), em duas horas e nove minutos de partida. Soares e Murray chegaram a salvar três match points no décimo game do terceiro set.

Fotos: Tennis Australia 

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes