Espanha, Japão, Dinamarca e França são nomeados futuros anfitriões do Campeonato Mundial de Badminton

Espanha, Japão, Dinamarca e França irão sediar edições futuras do Campeonato Mundial de Badminton, com o órgão internacional tendo revelado um total de 18 anfitriões para os próximos grandes eventos pelos próximos sete anos.

A edição de 2021 do principal evento do esporte será realizada em uma cidade espanhola ainda não confirmada.

Tóquio terá sua vez em 2022 antes de Copenhague e Paris que irão sediar em 2023 e 2025, respectivamente.

Não há Campeonatos Mundiais nos anos dos Jogos Olímpicos de 2020 e 2024.

Basileia, na Suíça, já havia sido confirmada como anfitriã da edição do ano que vem.

Entre os outros eventos premiados pela BWF estavam as Copas Thomas e Uber de 2020, 2022 e 2024 para Aarhus, na Dinamarca, capital da Tailândia, Bangkok, e uma cidade ainda a ser confirmada na China, respectivamente.

A Copa Sudirman será sediada por uma cidade chinesa em 2021 e 2025, enquanto a capital da Índia, Nova Délhi, sediará o evento em 2023.

Cinco edições do Campeonato Mundial Junior da BWF também foram premiadas, indo para Kazan na Rússia em 2019, Auckland na Nova Zelândia em 2020, uma cidade chinesa em 2021, uma cidade espanhola em 2022 e Honolulu no Havaí em 2023.

Além disso, o Campeonato Mundial Sênior da BWF foi alocado para uma cidade espanhola em 2021, a capital da Coréia do Sul, Seul, em 2023, e Auckland, em 2025.

No total, os torneios de ponta do esporte estarão direcionados a 11 associações membros de quatro continentes, sujeitas a finalização.

O anúncio é considerado uma ocasião marcante para a BWF, uma vez que se esforça para aumentar o apelo global e exposição do badminton em centros tradicionais e em desenvolvimento em todo o mundo.

A decisão inédita de premiar 18 anfitriões em um processo de licitação é considerada alinhada com a visão da BWF de estabelecer metas de longo prazo para ampliar suas iniciativas de desenvolvimento e criar uma posição estratégica para o esporte em torno de novos projetos e parcerias.

O presidente da BWF, Poul-Erik Høyer, disse que o anúncio endossa a visão de longo prazo da BWF e os esforços para globalizar o esporte.

"Ele permite que todos os nossos anfitriões trabalhem em estreita colaboração com a BWF para garantir a realização de torneios de nível internacional à medida que continuamos a aumentar o esporte globalmente."

"Tivemos a sorte de receber algumas ofertas pendentes, todas com a mesma visão inovadora que a nossa."

"Após um exaustivo período de avaliação, pudemos determinar as cidades-sede e os países que melhor representaram os interesses do esporte."

As decisões foram baseadas em todas as propostas e recomendações feitas ao Conselho após os diálogos no processo de consulta dos principais eventos da BWF.

Todos os lances passarão para uma segunda e última fase de avaliação, onde os últimos detalhes das propostas serão esclarecidos.

Foto:BWF

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes