Campeão brasileiro de squash, Diego Gobbi fará quarta temporada de treinos na Inglaterra em janeiro


Diego Gobbi comemorou muito o encerramento da temporada 2018 de squash. No dia 18 deste mês, conquistou o seu primeiro título brasileiro, na quadra de vidro do clube Pinheiros, em São Paulo (SP), torneio válido pela nona e última etapa do Circuito Correios de Squash Profissional – NSB (Novo Squash Brasil). Antes, em outubro, foi campeão da oitava etapa NSB, disputada também na capital paulista, na “sua casa”, a academia Delta. Agora, já pensa em 2019: em janeiro, estará de volta à Inglaterra, para sua quarta temporada de treinos na escola britânica, referência na modalidade.

O inédito título fez Gobbi, 23 anos, Embaixador dos Correios, subir uma posição no ranking. É o atual número 2, atrás do catarinense Pedro Mometto – a quem derrotou na final do Brasileiro - e à frente de Rafael Alarcon, de São Paulo (SP), também Embaixador dos Correios. Hoje, é o melhor colocado do País no ranking mundial – PSA (169). Em sua 39ª edição, o Brasileiro, mais tradicional torneio do calendário, reuniu os melhores jogadores e foi válido pelo Ranking Mundial PSA como National Closed Satelite.

Como campeão brasileiro, Gobbi comemorou sua oitava conquista na história do NSB, em 15 finais que disputou, tornando-se o maior vencedor do circuito que, ao longo do ano, é realizado em diferentes cidades do País. Em 2018, venceu ainda a segunda etapa, no Rio, e foi vice em Brasília (DF). "O título brasileiro foi o dia mais feliz da minha vida. Trabalho sempre, eu me dedico em todos os momentos, e agradeço a cada um que contribuiu para isso", afirma Gobbi, que não escondeu a emoção ao final do torneio.

2019 do brasileiro começa na Inglaterra
Gobbi, que tem como técnico Glaucio Novack, já programa sua nova temporada de treinos na Inglaterra. Neste ano passou 48 dias lá, entre os meses de julho e agosto. Treinou no Bexley Lawn Tennis&Squash Club, em Londres, com Ben Ford  - um dos treinadores mais respeitados do País. Paralelamente, disputou três torneios, vencendo dois. O objetivo é, sempre, aumentar a intensidade e o volume de jogo.

“Estar lá faz adquirir muito bagagem, vivenciando um dos melhores squash do mundo. Sabemos da grandeza da escola britânica, o centro de squash que é. Sempre treino e, também, disputo torneios, aproveitando ao máximo esses períodos. Posso ver o quanto minha intensidade e volume de jogo aumentam", explica Gobbi. “Agora estarei de volta para novo treinamento, buscando aprimorar ainda mais”, completa.

Gobbi é atleta da seleção brasileira juvenil e adulta desde 2012, participando de campeonatos Sul-Americanos e Pan-Americanos. Fez parte da equipe do Brasil que ficou com a sexta colocação no masculino por equipes do XXVIII Campeonato Pan-Americano Adulto de Squash, nas Ilhas Cayman, neste ano, e garantiu vaga nos Jogos Pan-Americanos de 2019, em Lima, no Peru. E participa em torneios PSA (Circuito Mundial Profissional) desde 2014, em diferentes países.

Foto: Divulgação


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes