Grand Prix de Patinação Artística 2018/2019 - Rostelecom Cup: Dia 2

Os favoritos venceram nos programas livres e nas somas gerais da Rostelecom Cup, mas o último dia de competições da Rostelecom Cup não foi tranquilo: patinadores se acidentaram durante os treinos, com Evgenia Tarasova sofrendo uma pancada na cabeça e um corte no queixo, e Yuzuru Hanyu tendo mais um entorse doloroso no tornozelo, que pode tirá-lo das finais do Grand Prix.

Masculino:

O maior choque do dia: o bicampeão olímpico e recordista mundial Yuzuru Hanyu, do Japão, que liderava com vinte pontos de folga o programa curto, sofreu uma queda feia durante os treinos e torceu o tornozelo direito, o mesmo que após um acidente no NHK Trophy de 2017 quase o deixou fora das Olimpíadas de PyeongChang. Hanyu suspendeu o treino e deixou a Megasport Arena de Moscou apressadamente com uma bolsa de gelo presa ao tornozelo, apenas comentando sem explicar: "Tudo bem". Um bom tempo após o início da competição, apareceu e tomou seu lugar para entrar no segundo grupo do dia.

A rotina executada pelo bicampeão olímpico esteve bem longe do ideal, com um layout mais simples para evitar carga na perna lesionada, uma queda e um salto triplo axel abortado. Mas ainda entregou elementos complexos e uma performance intensa, marcando 167.89 pontos e confirmando a medalha de ouro com uma somatória de 278.42 pontos.

O ferimento, no entanto, inspira muitos cuidados e pode deixá-lo de fora da final do Grand Prix. De muletas e com o pé imobilizado durante a entrevista coletiva após a competição, Yuzuru Hanyu disse, muito abatido, como a lesão afeta sua performance: "Meu tornozelo direito era fraco e agora se tornou ainda mais frouxo. Com só um pouquinho de impacto ele torce, e é isso que está me deixando frustrado". O tempo de recuperação inicialmente previsto pelos médicos também não anima: três semanas de repouso, com a final do Grand Prix marcada para dia 6 de dezembro. O bicampeão olímpico estava absolutamente consternado com a atuação de hoje, e revelou ter conscientemente desobedecido as recomendações médicas, que eram de abandonar a competição imediatamente: "Eu não queria desistir neste ponto." E comentou: "Hoje eu fiz uma performance que vai piorar minha condição, então precisamente porque eu sei que eu fiz algo ruim para meu tornozelo, que eu tenho que pensar com cuidado" (sobre a possível participação na final do Grand Prix e no Campeonato Nacional do Japão). Ainda não foi divulgado um diagnóstico mais preciso sobre a extensão da lesão desta vez, nem qual a rota que deve ser adotada para a reabilitação, ou exatamente quanto tempo vai levar.

O segundo lugar ficou com o georgiano Morisi Kvitelashvili, com 248.58 pontos e a melhor nota técnica do dia. O bronze com o japonês Kazuki Tomono, que apresentou-se com "Riverdance", com coreografia de Misha Ge, e marcou 156.47 pontos.

CLASSIFICAÇÃO - MASCULINO - PROGRAMA LIVRE:

1. Yuzuru Hanyu (JPN) 167.89 pontos
2. Morisi Kvitelashvili(GEO) 158.64 pontos
3. Kazuki Tomono (JPN) 156.47 pontos
4. Mikhail Kolyada (RUS) 156.32 pontos
5. Andrei Lazukin (RUS) 153.33 pontos
6. Keegan Messing (CAN) 146.92 pontos
7. Paul Fentz (ALE) 142.29 pontos
8. Alexei Krasnozhon (EUA) 132.69 pontos
9. Brendan Kerry (AUS) 132.37 pontos
10. Alexander Majorov (SUE) 123.26 pontos
11. Artur Dmitriev Jr. (RUS) 122.00 pontos
12. Julian Zhi Jie Yee (MAS) 118.34 pontos

CLASSIFICAÇÃO FINAL - MASCULINO - ROSTELECOM CUP:

1. Yuzuru Hanyu (JPN) 278.42 pontos
2. Morisi Kvitelashvili(GEO) 248.58 pontos
3. Kazuki Tomono (JPN) 238.73 pontos
4. Mikhail Kolyada (RUS) 225.42 pontos
5. Keegan Messing (CAN) 220.75 pontos
6. Paul Fentz (ALE) 220.57 pontos
7. Andrei Lazukin (RUS) 215.78 pontos
8. Alexei Krasnozhon (EUA) 208.01 pontos
9. Alexander Majorov (SUE) 205.59 pontos
10. Brendan Kerry (AUS) 197.59 pontos
11. Artur Dmitriev Jr. (RUS) 189.58 pontos
12. Julian Zhi Jie Yee (MAS) 178.71 pontos


Dança no Gelo:

Após um primeiro dia nervoso, Alexandra Stepanova e Ivan Bukin, da Rússia conseguiram numa performance extremamente passional fazer sua melhor pontuação na temporada e ficar em primeiro lugar. Com o resultado, Stepanova e Bukin estão classificados para as finais do Grand Prix, em Vancouver no mês de dezembro.

Bons levantamentos e giros garantiram à dupla da Espanha Sara Hurtado e Kirill Khaliavin a medalha de prata com sua melhor performance da temporada, comemorada como uma vitória: "Uma medalha no Grand Prix tem sido um objetivo desde quando vi Javier Fernández indo para o pódio. Isso prova para os patinadores na Espanha que a gente pode chegar aqui quando você trabalha duro."

O bronze ficou com os norte-americanos Christina Carreira e Anthony Ponomarenko.

CLASSIFICAÇÃO - DANÇA NO GELO - DANÇA LIVRE:

1. Alexandra Stepanova/Ivan Bukin (RUS) 124.94 pontos
2. Sara Hurtado/Kirill Khaliavin (ESP) 108.02 pontos
3. Christina Carreira/Anthony Ponomarenko (EUA) 105.20 pontos
4. Sofia Evdokimova/Egor Bazin (RUS) 100.61 pontos
5. Natalia Kaliszek/Maksym Spodyriev (POL) 95.32 pontos
6. Allison Reed/Saulius Ambrulevicius (LTU) 93.49 pontos
7. Anna Yanovskaya/Adam Lukacs (HUN) 93.30 pontos
8. Misato Komatsubara/Tim Koleto (JPN) 93.29 pontos
9. Annabelle Morozov/Andrei Bagin (RUS) 81.89 pontos


CLASSIFICAÇÃO FINAL - DANÇA NO GELO - ROSTELECOM CUP:

1. Alexandra Stepanova/Ivan Bukin (RUS) 199.43 pontos
2. Sara Hurtado/Kirill Khaliavin (ESP) 174.42 pontos
3. Christina Carreira/Anthony Ponomarenko (EUA) 174.21 pontos
4. Sofia Evdokimova/Egor Bazin (RUS) 164.66 pontos
5. Natalia Kaliszek/Maksym Spodyriev (POL) 161.62 pontos
6. Allison Reed/Saulius Ambrulevicius (LTU) 158.03 pontos
7. Anna Yanovskaya/Adam Lukacs (HUN) 148.13 pontos
8. Misato Komatsubara/Tim Koleto (JPN) 143.28 pontos
9. Annabelle Morozov/Andrei Bagin (RUS) 133.58 pontos


Pares:

Mais um acidente em treinos envolvendo favoritos: a russa Evgenia Tarasova, par de Vladimir Morozov bateu a cabeça com força na mureta após uma queda e saiu amparada por socorristas. No hospital levou cinco pontos no queixo. Tarasova voltou para competir, e numa performance de alto grau de dificuldade mas com falhas conseguiu 141.78 pontos, e 220.25 na somatória final, garantindo a vitória e uma vaga na final do Grand Prix. A patinadora disse ter sido um ato de superação tanto a performance após o acidente como também o gerenciamento do tempo: "Foi um dia difícil hoje. Perdi um monte de tempo no hospital. Então não pudemos nos preparar para o programa livre como de costume. Considerando isso, patinamos bem."

Nicole Della Monica e Matteo Guarise, da Itália ficaram com a medalha de prata e se tornaram a primeira dupla italiana na Historia a conseguir uma vaga na final do Grand Prix. O bronze ficou com os russos Daria Pavliuchenko e Denis Khodykin, com mais um bom resultado em seu ano de estréia nas categorias senior.


CLASSIFICAÇÃO - PARES - PROGRAMA LIVRE:

1. Evgenia Tarasova/Vladimir Morozov (RUS) 141.78 pontos
2. Nicole Della Monica/Matteo Guarise (ITA) 131.51 pontos
3. Miriam Ziegler/Severin Kiefer (AUT) 123.26 pontos
4. Daria Pavliuchenko/Denis Khodykin (RUS) 120.63 pontos
5. Alisa Efimova/Alexander Korovin (RUS) 116.16 pontos
6. Ashley Cain/Timothy LeDuc (EUA) 111.50 pontos
7. Ekaterina Alexandrovskaya/Harley Windsor (AUS) 84.72 pontos

CLASSIFICAÇÃO FINAL - PARES - ROSTELECOM CUP:

1. Evgenia Tarasova/Vladimir Morozov (RUS) 220.25 pontos
2. Nicole Della Monica/Matteo Guarise (ITA) 203.83 pontos
3. Daria Pavliuchenko/Denis Khodykin (RUS) 190.01 pontos
4. Miriam Ziegler/Severin Kiefer (AUT) 187.01 pontos
5. Alisa Efimova/Alexander Korovin (RUS) 181.62 pontos
6. Ashley Cain/Timothy LeDuc (EUA) 170.29 pontos
7. Ekaterina Alexandrovskaya/Harley Windsor (AUS) 144.00 pontos

Abandonou - Deanna Stellato-Dudek/Nathan Bartholomay (EUA)


Feminino:

A russa Alina Zagitova fez uma interpretação de "Carmen" energética e de alto valor técnico. Mesmo com erros em três saltos, conseguiu uma excelente nota de 142.27 pontos e 222.95 na somatória final, conquistando o ouro. Zagitova se mostrou crítica quanto à própria performance: "Não foi tudo aquilo, mas estou feliz que consegui por as combinaçõs juntas. No último salto eu fiz um erro idiota e vou continuar trabalhando".

Outra russa, Sofia Samodurova, conquistou a medalha de prata com 130.61 pontos e um total de 198.01 pontos. O bronze ficou com a coreana Eunsoo Lim, que subiu do sexto para o terceiro lugar. Gracie Gold, dos EUA, quarta colocada nas Olimpíadas de Sochi que volta após longo tratamento de saúde, abandonou.

CLASSIFICAÇÃO - FEMININO - PROGRAMA LIVRE:

1. Alina Zagitova (RUS) 142.17 pontos
2. Sofia Samodurova (RUS) 130.61 pontos
3. Eunsoo Lim (COR) 127.91 pontos
4. Yuna Shiraiwa (JPN) 120.58 pontos
5. Alexia Paganini (SUI) 119.07 pontos
6. Elizabet Tursynbaeva (CAZ) 118.72 pontos
7. Mako Yamashita (JPN) 110.22 pontos
8. Polina Tsurskaya (RUS) 92.64 pontos
9. Yura Matsuda (JPN) 85.99 pontos

CLASSIFICAÇÃO FINAL - FEMININO - ROSTELECOM CUP:

1. Alina Zagitova (RUS) 222.95 pontos
2. Sofia Samodurova (RUS) 198.01 pontos
3. Eunsoo Lim (COR) 185.67 pontos
4. Alexia Paganini (SUI) 182.50 pontos
5. Yuna Shiraiwa (JPN) 180.93 pontos
6. Elizabet Tursynbaeva (CAZ) 180.45 pontos
7. Mako Yamashita (JPN) 161.22 pontos
8. Polina Tsurskaya (RUS) 149.45 pontos
9. Yura Matsuda (JPN) 137.99 pontos

Abandonou - Gracie Gold (EUA)



Foto: Telsport

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes