Grã-Bretanha e Austrália brilham na etapa do Canadá da Copa do Mundo de Ciclismo de Pista

No último final de semana, o Centro Nacional de Ciclismo Mattamy, construído para os Jogos Pan-Americanos de 2015, em Toronto (CAN), serviu de palco para a segunda etapa da copa do mundo de ciclismo de pista na temporada.

1º Dia de Competições

No dia de abertura, a Grã-Bretanha e a Dinamarca triunfaram em Milton nas perseguições.

Em um revanche da final do Campeonato Europeu, o time de mulheres da equipe britânica (Katie Archibald, Laura Kenny, Elinor Barker e Eleanor Dickinson) superou a Itália e ficou com a medalha de ouro. A equipe britânica conseguiu um tempo de 4 minutos, 18 segundos e 138 centésimos, para conquistar uma nova vitória.

Na disputa pelo bronze, a Nova Zelândia venceu a Alemanha terminando apenas 0,4 segundo na frente das alemãs.

O evento masculino de perseguição por equipes levou a Dinamarca a conquistar uma vitória confortável. Casper von Folsach, Lasse Norman Hansen, Julius Johansen e Rasmus Pedersen terminaram o percurso com um tempo de 3minutos, 53 segundos e 499 centésimos. Mais de três segundos na frente da equipe Huub Wattbike, que estava representada por quatro pilotos britânicos.

O bronze ficou com a Grã-Bretanha, que venceu a França.

A Austrália comemorou a vitória na competição de sprint por equipe, categoria feminina, com Stephanie Morton e Kaarle McCulloch marcando 32.456 na final.

A alemã Miriam Welte e Emma Heinze ficaram em segundo lugar, com 32.693, enquanto a equipe da Gazprom-Rusvelo derrotou a Holanda na medalha de bronze.

Nils van Thoenderdaal, Harrie Lavreysen e Jeffrey Hoogland se juntaram para dar à Holanda a vitória no evento masculino, com o trio vencendo com 42.828. Beat Cycling Club, formado também por três velocistas holandeses, ficou com a prata. A Grã-Bretanha garantiu a medalha de bronze ao superar o desafio contra Nova Zelândia.

Os títulos do Sprint individual masculino e feminino também foram decididos no dia da abertura da competição. O ucraniano Vitaliy Hryniv venceu o evento masculino. Oliver Wood, da Grã-Bretanha, e Christos Volikakis, da Grécia, completaram o pódio.

Alexandra Goncharova, da Rússia, venceu a corrida feminina. Olivija Baleisyte, da Lituânia, e Jennifer Valente, dos Estados Unidos, ficaram com prata e bronze respectivamente.

2º Dia de Competições

O campeão olímpico Jason Kenny conquistou a prova keirin no segundo dia da Copa do Mundo, em Milton.

Kenny tinha sido forçado a passar pela repescagem depois de ter ficado em segundo lugar na primeira rodada da competição, no Mattamy National Cycling Center.

Ele respondeu ganhando a disputada repescagem, vencendo após a segunda rodada para chegar à final no Canadá.

O britânico, seis vezes medalhista de ouro olímpico, triunfou na final e venceu Hugo Barrette, atleta da casa, que ficou com a prata. O holandês Matthijs Buchli completou o pódio.

Lee Wai Sze, de Hong Kong, foi a vencedora da competição de sprint individual feminino. Lee venceu a alemã Emma Heinze na corrida pela medalha de ouro. Stephanie Morton, da Austrália, garantiu o bronze, após disputa contra a russa Daria Shmeleva.

A Grã-Bretanha foi capaz de celebrar o ouro na prova madison entres mulheres, com Katie Archibald e Elinor Barker ganhando a segunda medalha no fim de semana. A dupla garantiu um total de 36 pontos para conquistar a vitória na conclusão do evento.

A dinamarquesa Amalie Dideriksen e Julie Leth terminaram em segundo lugar com 19 pontos, enquanto Allison Beveridge e Stephanie Roorda, do Canadá, completaram o pódio com 13.

A última medalha de ouro do dia foi conquistada por Benjamin Thomas, da França, que ficou no lugar mais alto do pódio na final dos quatro eventos do omnium.

Mark Stewart, da Grã-Bretanha, havia liderado antes da corrida de pontos, a disciplina final, mas Thomas conseguiu a excepcional virada. Prata pra Grã-Bretanha. Campbell Stewart, da Nova Zelândia, finalizou em terceiro.
Último Dia de Competições

O australiano Matthew Glaetzer conquistou o ouro no sprint individual masculino, em Milton.

Glaetzer passou pela primeira fase da competição para ir à final contra o holandês Harrie Lavreysen, mas Glaetzer não deu chances ao holandês e ficou o ouro. Na disputa pelo bronze, outra disputa Grã-Bretanha x Holanda, mas, dessa vez Jeffrey Hoogland garantiu o bronze para os holandeses.

Na prova keirin, Madalyn Gobdy dos Estados Unidos ficou com a medalha de outro, após vencer Stephanie Morton, atleta da Austrália. A colombiana Martha Bayona Pienda completou o pódio.

A competição de omnium levou Laura Kenny ao alto do pódio, deixando para trás Lizeth Vazquez, do México, que liderou boa parte da competição e em terceiro lugar Jennifer Valente.

A Dinamarca foi a vencedora do evento omnium masculino, com Casper von Folsach e Julius Johansen juntos. Os britânicos Mark Stewart e Oliver Wood ficaram em segundo lugar, com três pontos de vantagem sobre Daniel Holloway e Adrian Hegyvary, dos Estados Unidos, que ficaram com o bronze.

Berlim está programada para sediar a terceira etapa da copa do mundo no mês que vem. Em dezembro, Londres esperar receber o evento. Cambridge, na Nova Zelândia, e Hong Kong sediarão as Copas do Mundo em janeiro.
Foto: UCI Cycling (Twitter)

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes