Cubano tricampeão olímpico é detido após ser acusado de abusar sexualmente uma criança

De acordo com o jornal Gatopardo, o atleta cubano Felix Savon, três vezes campeão olímpico, está detido há um mês em uma prisão da ilha caribenha. Ele foi denunciado pela família de uma criança, que lhe acusa de abuso sexual.

O ex-campeão é mantido em uma prisão na ilha caribenha, acusado de assediar um menor. A fonte é o jornalista independente Abraham Jiménez Enoa, que publicou a notícia em um artigo na revista digital Gatopardo. De acordo com Jiménez, Savon foi preso há pelo menos um mês, após o relato de uma criança (menor de 12 anos) aos seus familiares. Ainda no artigo, é noticiado não ser a primeira vez que Savon incorre neste tipo de crime: "no passado, sempre foi protegido pelo regime que queria evitar os danos à imagem pública de um dos seus atletas mais famosos do mundo". 
 
Felix Savon, agora com 51 anos, encerrou sua atividade esportiva em 2001, após duas décadas no ringue. O boxeador começou a praticar o esporte aos 14 anos de idade. Em sua carreira, ele ganhou três medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos (Barcelona 1992, Atlanta 1996 e Sydney 2000) na categoria peso pesado. Além disso, conquistou o ouro da Copa do Mundo em seis edições consecutivas (de 1986 a 1997) e três Jogos Pan-americanos. Ele é o boxeador cubano com mais conquistas internacionais (19), seu recorde é de 266 vitórias e 9 derrotas. Nos anos de seus triunfos foi definido pelo regime de Castro como "o boxeador da vitória e da história".

Foto: Cuban News


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes