Como estão os judocas brasileiros que foram destaques em Mundiais Júnior?

Desde 1974 a Federação Internacional de Judô promove o Mundial Júnior. O primeiro evento, inclusive, aconteceu em solo brasileiro, no Rio de Janeiro. Por muito tempo, a competição era voltada para atletas sub20, mas, a partir da edição de 2013, o IJF ampliou a disputa, permitindo a participação de judocas sub21.

O Brasil já conquistou diversas medalhas nesse evento. Porém, será que as promessas que conquistaram boas posições no mundial júnior conseguiram fazer uma boa transição e se firmar na categoria sênior?

O surto olímpico fez uma análise sobre todos os judocas do Brasil que participaram dos mundiais mais recentes (desde de 2010), com foco naqueles que conseguiram terminar a competição nas sete primeiras posições, e fez um levantamento de como está sendo o desempenho de cada um deles entre os adultos, levando em consideração a performance nos principais eventos internacionais do Judô: Olimpíada, Mundiais, Grand Slam e Grand Prix.

Para facilitar a análise, fizemos tabelas com os seguintes dados: Categoria (peso e gênero), nome do atleta, resultado no respectivo mundial júnior, idade atual (até o fechamento desta matéria) e as conquistas na categoria sênior (nos eventos especificados acima).

Vejamos as informações apuradas:

Mundial de Agadir (MAR) 2010
Categoria
Nome
Resultado
Idade Atual
Conquistas Sênior
-44kg (F)
Águeda Silva
Prata
25a
Bronze: Grand Slam Rio/2012


-48kg (F)


Nathália Brígida


Bronze


25a
Prata: Grand Prix de Miami/2013, Astana/2014 e Samsun/2015;
Bronze: Grand Slam Abu Dhabi/2016, Grand Prix Almary/2016 e Grand Slam de Baku/2016


-52kg (F)


Eleudis Valentim


Prata


26a
Ouro: Grand Prix de Zagreb/2017 e Grand Slam Rio/2012;
Bronze: Grand Prix Astana/2014, Grand Prix Tashkent/2014, Grand Slam de Abu Dhabi/2012 e Grand Slam de Moscou/2012












-78kg (F)












Mayra Aguiar












Ouro












27a
Olimpíada: 2 bronzes - Londres/2012 e Rio/2016;
Mundiais: 2 ouros Chelyabinsk/2014 e Budapest/2017, 1 Prata Tokyo/2010 e 2 Bronzes Paris/2011 e Rio/2013;
Grand Slam e Grand Prix:
Ouro: Rio/2012, Almaty/2013, Grand Slam Paris/2012, Tyumen/2013, Grand Slam Tyumen/2014, Grand Slam Paris/2016, Grand Prix de Cancun/2017;
Prata: Grand Slam Moscou/2013, Grand Slam Abu Dhabi/2015, Grand Slam Düsseldorf/2018, Grand Prix Hohhot/2018 e Grand Prix de Cancun/2018;
Bronze: Grand Slam do Rio/2010, Grand Slam Paris/2011, Grand Slam Moscow/2011, Grand Slam Tokyo/2011, Grand Prix Tsibili/2016, Grand Slam de Abu Dhabi/2017 e Grand Slam de Ekaterimburg/2018


Mundial de Cape Town (AFS) 2011
Categoria
Nome
Resultado
Idade Atual
Conquistas Sênior
-44kg (F)
Águeda Silva
Prata
25a
Vide dados do mundial 2010

-60 kg (M)
Allan Kuwabara

Bronze

26a
Sem registros de medalhas em mundiais, Olimpíada, Grand Slam e/ou Grand Prix

 -48kg (F)

 Gabriela Chibana

7º Lugar

26a
Ouro: Grand Prix de Abu Dhabi/2012, Grand Prix de Cancun/2017;
Prata: Grand Slam do Rio/2012, Grand Prix Qingdao/2012
-48kg (F)
Nathália Brígida
7º Lugar
25a
Vide dados do mundial 2010                
-52 kg (F)
Eleudis Valentim
5º Lugar
26a
Vide dados do mundial 2010

-78kg (F)

Samanta Soares

5º Lugar

25a
Prata: IJF Grand Slam do Rio/2012;
Bronze: Grand Slam de Abu Dhabi/2016, Grand Prix de Hohhot/2018 e Grand Prix de Cancun/2018


Mundial de Ljubljana (SLO) 2013
Categoria
Nome
Resultado
Idade Atual
Conquistas Sênior

-55kg (M)

Vitor Torrente

Bronze

23a
Sem registros de medalhas em mundiais, Olimpíada, Grand Slam e/ou Grand Prix
-48kg (F)
Gabriela Chibana
5º Lugar
26a
Vide dados do mundial 2011


-52kg (F)


Jéssica Pereira


Prata


24a
Ouro: Grand Prix de Tunis/2018;
Bronze: Grand Slam Abu Dhabi/2016, Grand Prix de Zagreb/2017 e Grand Slam Ekaterimburg/2017

-73kg (M)

Gabriel Mendes

Bronze

25a
Sem registros de medalhas em mundiais, Olimpíada, Grand Slam e/ou Grand Prix                                        

-90 kg (M)

Henrique Silva

Bronze

25a
Sem registros de medalhas em mundiais, Olimpíada, Grand Slam e/ou Grand Prix
-78kg (F)
Samanta Soares
Prata
25a
Vide dados do mundial 2011
+100kg (M)
Ruan Isquierdo
Bronze
24a
Sem registros de medalhas em mundiais, Olimpíada, Grand Slam e/ou Grand Prix

+78kg (F)

Sibilla Facholli

Bronze

24a
Sem registros de medalhas em mundiais, Olimpíada, Grand Slam e/ou Grand Prix


Mundial de Fort Lauderdale (USA) 2014
Categoria
Nome
Resultado
Idade Atual
Conquistas Sênior

-44kg (F)

Larissa Farias

Prata

22a
Sem registros de medalhas em mundiais, Olimpíada, Grand Slam e/ou Grand Prix
-52kg (F)
Jéssica Pereira
Prata
24a
Vide dados do mundial 2013

-66kg (M)

Ricardo Santos

Bronze

24a
Sem registros de medalhas em mundiais, Olimpíada, Grand Slam e/ou Grand Prix

-73kg (M)

Lincoln Neves

7º Lugar

22a
Sem registros de medalhas em mundiais, Olimpíada, Grand Slam e/ou Grand Prix

-63 kg (F)

Danielle Oliveira

5º Lugar

24a
Sem registros de medalhas em mundiais, Olimpíada, Grand Slam e/ou Grand Prix

-81kg (F)

Rafael Macedo

Ouro

24a
Ouro: Grand Prix de Tbisili/2018;
Prata: Grand Prix de Zagreb/2017;
Bronze: Grand Prix de Cancún/2018


Mundial de Abu Dhabi (EAU) 2015
Categoria
Nome
Resultado
Idade Atual
Conquistas Sênior

-44kg (F)

Rita Reis

Bronze

23a
Sem registros de medalhas em mundiais, Olimpíada, Grand Slam e/ou Grand Prix

-48kg (F)

Nathália Mercante

7º Lugar

23a
Sem registros de medalhas em mundiais, Olimpíada, Grand Slam e/ou Grand Prix
-66kg (M)
Daniel Cargnin
Bronze
20a
Prata: Grand Prix de Tsibili/2018
-73kg (M)
Lincoln Neves
Bronze
22a
Vide dados do mundial 2014                
-100 kg (M)
Leonardo Gonçalves
Prata
22a
Bronze: Grand Prix de Tunis/2018

+100kg (M)

João Cesarino Silva


20a
Sem registros de medalhas em mundiais, Olimpíada, Grand Slam e/ou Grand Prix

+78kg (F)

Camila Yamakawa

Prata

23a
Sem registros de medalhas em mundiais, Olimpíada, Grand Slam e/ou Grand Prix

+78kg (F)

Ellen Furtado


21a
Sem registros de medalhas em mundiais, Olimpíada, Grand Slam e/ou Grand Prix


Mundial de Zagreb (CRO) 2017
Categoria
Nome
Resultado
Idade Atual
Conquistas Sênior

-44kg (F)

Laura Ferreira


18a
Sem registros de medalhas em mundiais, Olimpíada, Grand Slam e/ou Grand Prix

-60kg (M)

Robson Penna

5º Lugar


---
Sem registros de medalhas em mundiais, Olimpíada, Grand Slam e/ou Grand Prix
-66kg (M)
Daniel Cargnin
Ouro
20a
Vide dados do mundial 2015

-73kg (M)

David Lima


21a
Sem registros de medalhas em mundiais, Olimpíada, Grand Slam e/ou Grand Prix

-70 kg (F)

Ellen Santana


20a
Sem registros de medalhas em mundiais, Olimpíada, Grand Slam e/ou Grand Prix

+100kg (M)

Arthur Barbosa


---
Sem registros de medalhas em mundiais, Olimpíada, Grand Slam e/ou Grand Prix


+78kg (F)


Beatriz Souza


Bronze


20a
Prata: Grand Prix Tunis/2018;
Bronze: Grand Slam Abu Dhabi/2017, Grand Slam de Ekaterinburg/2018 e Grand Prix de Cancun/2018



Pois bem. De todos os medalhistas brasileiros em mundiais júnior - considerando apenas os eventos a partir de 2010 - apenas Mayra Aguiar conseguiu repetir o sucesso que fez na categoria de base. Dos jovens acima, ela é a única, até agora, a ser medalhista olímpica (2 bronzes) e/ou mundial (2 ouros, 1 prata e 2 bronzes). 

Outros nomes já apresentaram atuações de destaque nos mais importantes campeonatos, embora sem medalhas, como, mais recentemente, os jovens Daniel Cargnin (Ouro/2017) e Jéssica Pereira (Prata 2013/2014) que ficaram em 5º no último mundial, em Baku. Registre-se que Nathália Brígida (Bronze/2010) ficou em 5º lugar no mundial de Astana/2015, perdendo apenas na semifinal e na disputa pelo bronze. Em ambas as ocasiões, para japonesas.

Alguns outros desses atletas já participaram do mundial sênior, mas, ainda, sem grande brilho, como são os casos, por exemplo, de Gabriela Chibana, Samanta Soares, Rafael Macedo e Beatriz Souza. Porém, se vê neles evolução e perspectiva de que cheguem mais longe com a experiência adquirida no circuito mundial.

Muitos integram ou integraram a seleção brasileira e disputam grande competições, como Grand Prix e Grand Slam: Ellen Santana, Leonardo Gonçalves, Ruan Isquierdo, Eleudis Valentim, David Lima, Camila Yamakawa, são exemplos disso.

No mundial desse ano, nas Bahamas, tivemos mais quatro medalhistas: Beatriz Souza ganhou sua segunda medalha (+78kg, prata), Renan Torres (-60kg, bronze), Amanda Arraes (-44kg, bronze) e Michael Marcelino (-66kg, prata). Além deles, alguns judocas se destacaram e foram às finais, acabando em 5º ou 7º lugares: Luíza Cruz (+78kg, 7º lugar), Camila Ponce (-78kg, 5º lugar), Lucas Lima (-100kg, 7º lugar), Ellen Santana (-70kg, 5º lugar), Guilherme Schimidt (-81kg, 7º lugar) e Laura Ferreira (-48kg, 7º lugar). Eles são a esperança de que o Brasil continue a ser uma potência na modalidade e, não tem jeito, terão que enfrentar a transição para a categoria sênior.

Sabemos que, em todos os esportes, essa transição sempre é árdua. Vários destaques se perdem durante esse período, chegando ao ponto de abandonar a modalidade. Não pesa, nesse momento, apenas a transição da categoria juvenil para a sênior, mas a própria transição para a vida adulta, repleta de responsabilidades e desafios sociais. Por isso, o suporte de confederação e familiares é de suma importância.

Todos ficamos na torcida para ver esses talentos florescerem e se tornarem grandes judocas, defendendo as nossas cores mundo afora.

Foto:IJF


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes