Painel da WADA recomenda que agência anti-doping da Rússia seja readmitida

Em uma declaração na sexta-feira (14) a Agência Mundial Antidoping (WADA) disse que a Agência Antidoping da Rússia (RUSADA) deve ser readmitida na entidade.

Segundo a WADA, o Comitê de Revisão para a Readmissão (CRC) recomendou a reintegração da RUSADA quando da reunião do comitê executivo da entidade, em Victoria (SEY) no dia 20 deste mês.

O primeiro requerimento - aceitar publicamente os resultados do Relatório McLaren - foi modificado para aceitar o relatório da Comissão Schmid, que é reconhecer suficientemente os problemas no antidoping da Rússia. E o primeiro ministro da Rússia enviou uma carta aceitando o relatório da comissão.

O segundo requerimento - que é garantir ao comitê executivo um processo claro - foi preenchido após a garantia de que a Rússia irá se comprometer a fornecer dados e acesso a amostras estocadas no laboratório de Moscou através de um expert independente.

O anuncio confirma que a WADA facilitou o processo para que a agência antidoping da Rússia pudesse ser admitida após um impasse em as duas partes.

Caso a WADA aceite a recomendação do CRC, como normalmente segue, será encerrado o periodo de afastamento da Rússia da entidade, que começou em novembro de 2015.

Outro efeito é abrir a possibilidade da readmissão da Rússia na Federação Internacional de Atletismo (IAAF) e no Comitê Paralímpico Internacional (IPC).

Foto: Divulgação






Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes