Ginastas Kyla Ross e Madison Kocian revelam abusos de ex-médico Larry Nassar em entrevista

Mais casos de abuso sexual cometido pelo ex-médico da seleção americana de ginástica Larry Nassar vem à tona. Campeãs olímpicas, as ginastas Kyla Ross e Madison Kocian revelaram nesta quinta-feira(11) que também foram molestadas pelo ex-médico americano, que somou até 360 anos de prisão em três condenações por pornografia infantil e abusos sexuais.


"No começo, escutando todas as notícias sobre Larry, eu realmente estava em negação do que tinha acontecido comigo. Quando tinha 13 anos e aconteceu pela primeira vez, acreditei que era uma forma legítima de tratamento, mas com o passar dos anos e escutando os depoimentos de impacto de todas as garotas, eu percebi que algo terrível tinha acontecido conosco"  disse Kyla Ross, campeã olímpica por equipes em Londres 2012 e dona de cinco medalhas em Mundiais.

Kyla e Madison já se retiraram da elite da ginástica dos Estados Unidos e hoje defendem a UCLA no tradicional campeonato universitário do país. Elas falaram pela primeira vez sobre os abusos de Larry Nassar durante o programa de TV "CBS This Morning".

"Era tão normalizado que, entre nós, não víamos a diferença. Nos era dito que era um procedimento médico. Muitas de nós tínhamos lesões nas costas ou nas coxas. Ele era nossa única opção, porque era o médico da nossa seleção. Aquele era nosso único caminho para alcançar o sonho olímpico. Então, quem falasse provavelmente não seria considerada para a equipe" disse Madison Kocian, campeã olímpica por equipes e vice das barras assimétricas na Rio 2016, além de ter três ouros em Mundiais.

Agora já são sete campeãs olímpicas que revelaram serem vítimas de Larry Nassar: Simone Biles, Aly Raisman, Gabby Douglas, McKayla Maroney e Jordyn Wieber também estão entre as mais de 200 vítimas do médico.

A Confederação de Ginástica dos Estados Unidos (USA Gymnastics) emitiu nota à CBS sobre o caso: "O apoio da USA Gymnastics é inabalável para Kyla, Madison e todas as atletas que corajosamente compartilharam suas experiências. Suas vozes poderosas e histórias vão continuar a ser a base para nossas decisões futuras."

Aos 55 anos, Nassar está cumprindo 60 anos de prisão por pornografia infantil. Ele tem mais duas condenações de até 125 anos e até 175 anos por seus abusos sexuais.

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes