Brasil com força máxima nas oitavas de final masculinas da etapa de Viena do Circuito Mundial de Vôlei de Praia

O Brasil classificou suas quatro duplas às oitavas de final do torneio masculino na etapa de Viena (AUT) do Circuito Mundial de Võlei de Praia. Foram quatro vitórias em cinco jogos na sexta-feira (03.08), com Alison/André (ES) avançando em primeiro, invictos, enquanto Evandro/Vitor (RJ/PB), Pedro Solberg/Bruno Schmidt (RJ/DF) e Ricardo/Guto (BA/RJ) superaram a repescagem.

Os jogos seguem até o domingo (05.08) e o torneio é o último da categoria cinco estrelas, válido pelo Circuito Mundial de vôlei de praia 2018.

Alison e André Stein (ES), que tiveram jogo adiado na última quinta, disputaram a segunda rodada do grupo F nesta sexta-feira, valendo a liderança e vaga nas oitavas de final do torneio europeu. E se deram bem, com triunfo sobre os canadenses Grant O'Gorman e Ben Saxton por 2 sets a 1 (19/21, 21/16, 15/9), em 45 minutos de duração.

Eles encaram nas oitavas de final os compatriotas Pedro Solberg/Bruno Schmidt, que passaram pela repescagem nesta sexta-feira e também avançaram. O duelo de duplas brasileiras acontece neste sábado (04.08), em horário ainda não divulgado, e será o segundo após o fim da parceria dos campeões olímpicos. Alison comentou o início em Viena.

“Os canadenses são um time muito bom, erramos no primeiro set, deixamos que abrissem uma vantagem. E para tirar essa diferença é complicado. Nos outros sets, entramos mais concentrados, com a tática certa e erramos menos”, disse Alison, que completou.

“Sabíamos que passaríamos por momentos difíceis neste começo de time, mas agora o mais importante é termos regularidade. André evoluiu muito na defesa, deu para ver isso nos jogos, estamos nos conhecendo, nos entendo. E essas vitórias são boas. Tirar essa pressão também foi muito importante”, destacou o bloqueador capixaba.

Pedro e Bruno Schmidt (RJ/DF), que venceram um jogo e perderam outro na última quinta-feira, disputaram a repescagem nesta sexta. E avançaram ao superarem os espanhóis Adrian Gavira e Pablo Herrera por 2 sets a 0 (21/16, 21/16), em 38 minutos.

“Estamos superando várias situações adversas, estou tratando lesões e algumas questões físicas. Essa superação é válida, fico feliz pelas vitórias e crescimento. Enfrentamos uma dupla que está jogando um voleibol de alto nível, chegando às finais. E é bacana que o Pedro está sendo muito parceiro, não estou jogando meu melhor e ele tem apoiado. Isso é importante, nos mantêm fortes e unidos. Respeitamos muito Alison e André, estão jogando bem e enfrentar o Brasil é sempre duro, será um jogão para assistir”, analisou.

Ricardo e Guto (BA/RJ) também disputaram a repescagem e também avançaram, superando os tchecos Perusic e Schweiner por 2 sets a 0 (21/14, 21/19), em 35 minutos. Eles enfrentarão neste sábado, pelas oitavas de final, os noruegueses Anders Mol e Christian Sorum.


Quem também garantiu vaga foi Evandro e Vitor Felipe (RJ/PB). Eles jogaram uma partida pela fase de grupos, adiada da última quinta-feira. Acabaram superados pelos letões Samoilovs e Smedins por 2 sets a 0 (21/16, 21/19), em 35 minutos. Poucas horas depois, na repescagem, vitória sobre os poloneses Losiak e Kantor por 2 sets a 0 (21/18, 21/18), em 39 minutos. Nas oitavas de final, Evandro e Vitor encaram os letões Plavins e Tocs.

Foto; Divulgação


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes