Wimbledon 2018 - Dia 11


O décimo primeiro dia de jogos no All England Club realizado nesta sexta-feira (13), teve como principal destaque as semifinais da chave masculina de simples. A primeira semifinal foi um jogo histórico entre o sul-africano Kevin Anderson e o americano John Isner, em que Anderson venceu por 3 sets a 2, em 6 horas e 36 minutos de duração.

Os três primeiros sets foram decididos no tiebreak. O primeiro vencido pelo sul-africano, os dois seguintes vencidos pelo americano. Já o quarto set, foi vencido pelo Anderson por 6-4, levando a partida para o quinto e decisivo set, que teve um total de 50 games e durou quase 3 horas. No 49° game, o sul-africano conseguiu a quebra de saque, para em seguida fechar o jogo com 26-24 no set desempate.

Esta foi a quarta partida mais longa da história do tênis, a terceira mais longa em partidas de simples, a segunda mais longa da história de Wimbledon e a mais longa da história da quadra central do All England Club. 

Novak Djokovic e Rafael Nadal iniciaram a disputa da segunda semifinal. O sérvio venceu o primeiro set por 6-4, o espanhol venceu o segundo por 6-3 e o terceiro foi vencido pelo sérvio no tiebreak, quando o jogo teve que ser interrompido, pois já havia passado das 23 horas (horário de Londres) e há uma lei municipal que impede a realização de eventos de qualquer natureza após este horário.

Com isso, a continuação da partida entre Djokovic x Nadal será realizada neste sábado (14) antes da final feminina.

Juvenis:

Pelas quartas de final da chave de duplas, os brasileiros Marcelo Pucinelli de Almeida e João Reis da Silva foram eliminados após serem derrotados pela dupla formada pelo australiano Rinky Hijikata e pelo japonês Naoki Tajima, por 2 a 0, com um duplo 7-6.

Foto: The Championships, Wimbledon 2018



Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes