Quatro países africanos serão candidatos a sediar os Jogos Olímpicos da Juventude 2022


Após a decisão do COI de conceder os Jogos Olímpicos da Juventude 2022 a um comitê africano, hoje a Junta Executiva do COI aprovou a lista de comitês nacionais da Olimpíada que agora se moverá para a fase de candidatura. Assim, Botsuana, Tunísia, Nigéria e Senegal permanecem no pleito para sediar a quinta edição dos Jogos.

No mês passado, foram feitas visitas de três dias aos especialistas do COI a cada país para coletar informações sobre as motivações para sediar os Jogos. As visitas envolveram a elaboração de relatórios de viabilidade sobre as arenas multiuso existentes, locais potenciais para festivais ao ar livre, instalações temporárias e soluções de hospedagem. O relatório de hoje incluiu informações coletadas por especialistas do COI sobre os seguintes temas: motivação e objetivos; estratégias de juventude e esporte; o evento como catalisador; e experiência de hospedagem de grandes eventos.

Em linha com a Agenda Olímpica 2020 e a “Nova Norma”, um novo processo para selecionar um anfitrião dos Jogos visa simplificar e assegurar a eficiência de custos para as candidatas.

Após o fechamento da fase de diálogo, o processo agora passa para a fase de candidatura. Entre agora e o final de agosto, a Comissão de Avaliação do COI avaliará ainda com os países candidatos seus projetos, com o objetivo de propor um máximo de dois para o Comitê Executivo do COI recomendar para consideração pelos membros do COI.

Liderado pelo membro do COI na Turquia Uğur Erdener, a Comissão de Avaliação dos Jogos Olímpicos da Juventude 2022 apresentará seu relatório final e sua recomendação em setembro de 2018, e o anfitrião será eleito na sessão do COI em outubro de 2018 em Buenos Aires.

Foto: COI


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes