Darlan Romani conquista a medalha de prata na etapa de Lausanne da Diamond League


A oitava etapa da Diamond League foi realizada nesta quinta-feira (5) na cidade de Lausanne. Três brasileiros participaram da etapa suíça, com Darlan Romani subindo ao pódio pela segunda vez na temporada.

Masculino:

No arremesso de peso, o neozelandês Tomas Walsh conquistou o ouro, com a marca de 21.92m. A prata ficou com o brasileiro Darlan Romani, com a marca de 21.38m, obtida em sua quinta tentativa. O bronze ficou com o polonês Michal Haratyk, com a marca de 21.21m. Em quinto lugar na classificação geral com 13 pontos, Romani garantiu classificação para a etapa final a ser realizada em Zurique, no dia 30 de agosto.

A prova dos 200m rasos teve a participação do brasileiro Paulo André, que chegou em quinto lugar, igualando sua melhor marca pessoal, com 20.33. A vitória ficou com o americano Noah Lyles, sua terceira na temporada, com 19.69, seguido de seu compatriota Michael Norman (19.88) e do equatoriano Alex Quiñónez (20.08).

O terceiro brasileiro a participar da etapa suíça foi Alexsandro de Melo no salto triplo, que não teve uma boa performance, queimando o seus três saltos, não estabelecendo marca. A vitória ficou com o americano Christian Taylor, segunda consecutiva, com 17.62m, apenas um centímetro a mais que o português Pedro Pablo Pichardo, com o americano Chris Bernard (16.92) completando o pódio.

Nos 110m com barreiras, a vitória ficou com Sergey Shubenkov, sua primeira na temporada, com o tempo de 12.95. Outro que conquistou a primeira vitória na temporada foi o baremita Birhanu Balew, com o tempo de 13:01.09, sua melhor marca pessoal e assumindo também a liderança do ranking mundial, seguido dos etíopes Selemon Barega (13:02.67) e Abadi Hadis (13:03.62).

Nos 400m com barreiras, a vitória ficou mais uma vez com o catari Abderrahman Samba, com o tempo de 47.42, seguido do norueguês Karsten Warholm (47.94) e do turco Yasmani Copello (48.85). E no salto em altura, sem a presença do catari Mutaz Barshim, a vitória ficou com Daniil Lysenko, que saltou para 2.37m, sua melhor marca no ano.

Feminino: 

Nos 100m rasos, a marfinense Marie-Josée Ta Lou conquistou a terceira vitória na temporada, com o tempo de 10.90, nove centésimos à frente da jamaicana Elaine Thompson e dez à frente da americana Jenna Prandini. Nos 400m rasos, a baremita Salwa Eid Naser conquistou sua quarta vitória, sendo a única a correr abaixo dos 50s, com 49.78. As americanas Jessica Beard (50.40) e Shakima Wimbley (50.58) completaram o pódio.

Nos 1.500m, a americana Shelby Houlihan conquistou sua segunda vitória na temporada, com o tempo de 3:57.34, melhor marca pessoal e batendo o recorde do meeting. Em segundo chegou a britânica Laura Muir, com o tempo de 3:58.18, sua melhor marca no ano, com a holandesa Sifan Hassan chegando em terceiro (3:58.39). Nos 400m com barreiras, a vitória ficou com a americana Shamier Little, com o tempo de 53.41, cinco centésimos à frente da jamaicana Janieve Russell, com a americana Georganne Moline completando o pódio.

Sem a presença da sul-africana Caster Semenya, a vitória nos 800m rasos ficou com a burundiana Francine Niyonsaba, com o tempo de 1:57.80, quatro décimos à frente da americana Ajee Wilson, com a etíope Habitam Alemu completando o pódio (1:58.38). No salto com vara, a vitória ficou com a grega Katerina Stefanidi, com a marca de 4.82m, a sua melhor na temporada.

No salto em distância, a vitória ficou com a alemã Malaika Mihambo. E no lançamento do dardo, a vitória ficou com a tcheca Nikola Ogrodníková, com a marca de 65.02m, seguida da chinesa Shiying Liu (64.46m) e da eslovena Martina Ratej (63.28m).

A próxima etapa acontecerá na cidade marroquina de Rabat no dia 13 de julho.

Foto: Divulgação


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes