Oito brasileiros passam pela fase de grupos do Aberto de Tênis de Mesa Paralímpico da Eslovênia

Dia positivo para o Brasil na disputa do Aberto da Eslovênia. Dos dez representantes do país que iniciaram a disputa da fase de grupos nesta quarta-feira (9), oito atletas avançaram à fase eliminatória da competição, permanecendo na luta por medalhas na competição, disputada na cidade de Lasko, a mesma que receberá o Campeonato Mundial em outubro.

Dentre eles, destaque para Danielle Rauen, Bruna Alexandre, Guilherme Costa e Israel Stroh, que avançaram como líderes de seus grupos e chegam com muita moral aos duelos da próxima quinta-feira.

Danielle começou sua participação na classe 9 com uma vitória segura sobre a ucraniana Iryna Shynkarova por 3 a 0. Depois, suou a camisa para bater a alemã Lena Kraam em um apertado 3 a 2 e concluiu sua campanha na fase de grupo sem fazer força, já que houve W.O sobre a venezuelana Ana Luisa Melendez. Ela enfrentará Hana Resti, da Indonésia, nas quartas de final.

Na classe 10, em grupo com apenas três atletas, Bruna Alexandre atropelou as rivais: a japonesa Nozomi Taekuchi e a alemã Marlene Reeg. Venceu ambas sem perder nenhum set. Nas quartas, ela terá como rival a dinamarquesa Thea Nielsen.

Guilherme Costa, pela classe 2, passou à fase de grupos com três vitórias. Se duas foram tranquilas, contra Lazaro Rodriguez (ESP) e Julien Michaud (FRA), o trunfo sobre o ucraniano Oleksandr Yezyk foi dramático, já que o brasileiro saiu perdendo por 2 a 0.

Pela classe 7, Israel Stroh venceu por 3 a 1 o austríaco Christian Scheiber e depois fez 3 a 0 em Thomas Westerberg, da Suécia. No jogo decisivo, que valia a liderança de seu grupo, chegou a estar perdendo por 2 a 1 para o holandês Dustin Eier, mas conseguiu a virada. Israel ainda se deu bem no chaveamento: ficou de bye na segunda fase e vai diretamente às oitavas, na qual enfrentará o russo Vladimir Anikanov.

Jennyfer Parinos (classe 9 feminina), Iranildo Espíndola (classe 2 masculina), Paulo Salmim (classe 7 masculina) e Diego Moreira (classe 10 masculina) não estão mais invictos, mas avançaram em segundo lugar em seus grupos e seguem na luta pelo título. Com uma vitória e duas derrotas, Lucas Carvalho acabou eliminado, já que ficou em terceiro lugar na classe 9 masculina.

Cátia Oliveira, da classe 1-2 feminina, ainda tem um jogo por fazer. Se ganhar da francesa Florence Sireau-Gossiaux às 5h (de Brasília), será mais uma brasileira a avançar na competição.

Foto: Divulgação


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes