Morre Alberto Marson, mais velho medalhista olímpico brasileiro

O ex-jogador de basquete, Alberto Marson, medalhista de bronze com a seleção de basquete nas Olimpíadas de Londres, em 1948, faleceu na última quarta-feira (25) em São José dos Campos, interior de São Paulo aos 95 anos. 

Segundo a família, Alberto faleceu de insuficiência respiratória devido a uma infecção pulmonar, contraída há cerca de um mês e meio. Pouco divulgada, a cerimônia de cremação de Alberto para poucas pessoas foi um desejo do próprio Marson, que era o medalhista olímpico mais antigo do Brasil e último integrante da seleção de basquete bronze nos Jogos de Londres de 1948 vivo.  

"Graças a Deus, meu pai tem uma história muito bonita. Foi professor em São José por muitos anos. Todos conheciam porque o basquete é um orgulho de São José. Ele fez parte da história. Ficamos gratos pela manifestação de tantos amigos" afirmou Angela Marson, filha de Alberto ao site globoesporte.com.

Como atleta, Marson foi um dos principais nomes do basquete e no Brasil. Com a Seleção Brasileira, ficou marcado pela conquista da medalha de bronze nas Olimpíadas de Londres, em 1948, a primeira medalha olímpica brasileira em esportes coletivos. Já em São José, foi professor de educação física, técnico e jogador do Tênis Clube e do CTA.

Formado em educação física pela Universidade de São Paulo (USP), Alberto Marson desembarcou em São José em 1950 para trabalhar como professor do Instituto de Educação Coronel João Cursino e do CTA. Na época, já tinha defendido como jogador o Tênis Clube Paulista e o Esporte Clube Pinheiros, ambos de São Paulo. Pela Seleção Brasileira, havia conquistado a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos.


foto: Eduardo Viana

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes