Seleção brasileira conquista prata na Copa do Mundo de tiro esportivo paralímpico nos Emirados Árabes Unidos

A Seleção Brasileira de tiro esportivo paralímpico faturou a medalha de prata na prova da pistola standard P5 por equipe na Copa do Mundo de tiro esportivo, em Al Ain, Emirados Árabes Unidos. O carioca Ricardo Costa, o gaúcho Geraldo Rosenthal e a capixaba Eloisa Miranda formaram o time que levou a bandeira brasileira ao pódio. Na versão individual desta prova, Geraldo ficou em quarto lugar.

O resultado ganha ainda mais importância porque a Seleção nacional contou com uma mescla da experiência de Rosenthal e Costa com a juventude de Eloísa Miranda, que, aos 34 anos, disputa sua primeira competição fora do país – Bruno Stov, também capixaba, também debutou em provas no exterior pela equipe brasileira.

Na carabina.22 – 50m deitado, o paulista Alexandre Galgani (da classe SH2, com apoio para a arma) quebrou o recorde brasileiro com 615.7 pontos. A marca anterior era 613.2 pontos, de abril de 2015, dele mesmo, alcançado na etapa da Copa do Mundo de Hanover, Alemanha. A pontuação nos Emirados Árabes Unidos, no entanto, não o garantiu na final. Ele terminou na nona colocação, a apenas dois décimos da disputa por medalhas.  

O Brasil está em Al Ain com cinco atiradores: Alexandre Galgani (SH2), Ricardo da Costa (SH1), Eloisa Miranda (SH1), Bruno Stov (SH2), Beatriz da Cunha (SH1) e Geraldo Rosenthal (SH1).


Esta é a última oportunidade para os brasileiros conquistarem o índice mínimo classificatório (MQS, na sigla em inglês) para o Campeonato Mundial da modalidade, em Cheongju, na Coreia do Sul, de 1º a 12 de maio.

Foto: Divulgação


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes