Fifa proíbe jogador de defender Marrocos na Copa por ter representado a Espanha nas eliminatórias

O sonho de Munir El Haddadi de jogar uma Copa do mundo terminou. O atacante espanhol, que pertence ao Barcelona e está emprestado ao Deportivo Alavés, vinha pleiteando o direito de defender a seleção do Marrocos, país que também tem cidadania, pois seus pais nasceram lá. Mas, nesta semana, a Fifa comunicou ao jogador uma decisão negativa.

O "não" da Fifa tem a ver com os 13 minutos em que Munir atuou com a camisa da seleção principal da Espanha, em um jogo contra a Macedônia, válido pelas Eliminatórias da Eurocopa de 2016. Na ocasião, em setembro de 2014, ele saiu do banco para substituir Koke.

Por ter atuado em uma partida oficial, válida por uma competição internacional, Munir acabou vetado de vestir a camisa do Marrocos. Caso diferente, por exemplo, do atacante Diego Costa, que atuou pelo Brasil em um amistoso e pôde defender a Espanha posteriormente.

Aos 22 anos, Munir é um dos jogadores revelados em La Masía, a academia de talentos do Barcelona. Ele subiu para os profissionais em 2014, mas não se firmou na Catalunha e acabou emprestado ao Valencia e, posteriormente, ao Alavés.


foto: Reuters

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes