Roger Federer jogará o ATP 500 de Roterdã, podendo retornar ao número 1


De olho no retorno ao topo do ranking mundial, o suíço Roger Federer aceitou o convite para disputar o ATP 500 de Roterdã. O torneio holandês acontece na semana que vem em quadra dura e coberta e contará com nomes como Stan Wawrinka, Grigor Dimitrov, Alexander Zverev e Nick Kyrgios.

Federer tem dois títulos em Roterdã, conquistados nos anos de 2005 e 2012, além de ter sido finalista do torneio em 2001. A última vez que o suíço participou do torneio foi em 2013, quando chegou às quartas de final e caiu para o francês Julien Benneteau.

Sem resultados a defender na próxima semana e precisando de 155 pontos para ultrapassar Rafael Nadal, Federer tem que ser semifinalista para voltar à liderança do ranking da ATP. O torneio vale 500 pontos para o campeão e 300 para o vice, enquanto os dois jogadores derrotados nas semifinais recebem 180 pontos cada um. A queda nas quartas vale 90 pontos.

Federer é o recordista de semanas como número 1 do mundo, com 302 no total. De suas cinco passagens pela liderança, o período mais longo foi de 237, outro recorde na história do tênis masculino. Aos 36 anos, ele também pode se tornar o mais velho tenista a ocupar esta posição. A última vez que o suíço liderou o ranking foi em outubro de 2012.

"Este torneio é especial para mim. Lembro de disputá-lo pela primeira vez em 1999, e que foi um dos primeiros eventos em que tive a chance de jogar no mais alto nível. É bom se juntar às comemorações de sua 45ª edição", disse Federer por meio de comunicado.

O diretor do torneio, o ex-tenista holandês Richard Krajicek também comemorou a aquisição. "Estamos entusiasmados com o fato de Roger ter escolhido de última hora o ATP de Roterdã. Depois de seu fantástico resultado no Australian Open, é uma notícia tremenda que ele se junte a nós. É uma coroa para a celebração da história do nosso torneio".

Foto: Australian Open 2018



Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes