Monfils encara Cilic depois de levantar público na vitória sobre Zeballos no Rio Open de Tênis

Em sua primeira participação no Rio Open de T~enis, o francês Gael Monfils fez tudo o que os fãs de tênis esperam dele. Abusou de suas jogadas performáticas, salvou um match-point e venceu o argentino Horacio Zeballos por 2 sets a 1, com parciais de 7/5, 3/6 e 7/5, na noite desta terça-feira. Seu próximo adversário no ATP 500 do Rio será o croata Marin Cilic, número 3 do mundo e favorito ao título, nesta quarta, às 19h.

O campeão da edição 2017, o austríaco Dominic Thiem, também venceu na estreia. Passou pelo sérvio Dusan Lajovic por 6/2 e 7/5,e pega na próxima rodada o espanhol Pablo Andujar, que venceu o austríaco Gerald Melzer 7/5 e 6/2. 

Quem também avançou à segunda rodada foi o argentino Diego Schwartzman, que viu o rival norueguês Casper Ruud abandonar ainda no primeiro set. Já o brasileiro Thiago Monteiro lutou muito, mas levou a virada do uruguaio Pablo Cuevas, campeão da edição 2016, e deixou o torneio sem representantes brasileiros na chave.

Muito aguardado pelo público desde a primeira edição do Rio Open, Gael Monfils teve trabalho contra o canhoto Zeballos, campeão de duplas em Buenos Aires, no último domingo. O ex-número 6 do ranking mundial mostrou seu tênis vistoso, com jogadas plásticas, e saiu na frente, fazendo 7/5. O argentino, 68º do mundo, não se abateu e empatou. No terceiro set, abriu 5 a 2 e teve um match-point no 5 a 4. Monfils salvou e conquistou a vitória.

"Mesmo nas situações difíceis nunca desisti da partida, e a torcida foi fantástica, me deu muita energia, principalmente no final, senti uma vibração forte. Não esperava tanto apoio. Mas para vencer o próximo jogo preciso jogar melhor, elevar meu nível", disse o francês de 31 anos.

Monfils leva vantagem sobre Cilic, mas suas duas vitórias foram em quadras rápidas. A última nas Olimpíadas do Rio, em 2016. "Já joguei com ele, é um jogador atlético, rápido, é bom ver a maneira como joga, sempre perigoso. Nosso último encontro foi equilibrado, mas acho que tenho que me preocupar com meu jogo, como estou me sentindo, e acho que fiz uma boa estreia aqui, vou levar isso para a quadra", disse Cilic, campeão do US Open 2014.

Schwartzman, Cuevas e Carreño Busta também garantem lugar nas oitavas
Em outra partida, o uruguaio Cuevas precisou de 2h41 para eliminar Thiago, em um jogo equilibrado do início ao fim. O uruguaio, 33º do mundo, que já havia eliminado Thiago na edição 2016 do torneio,  saiu na frente, abriu 4 a 2, mas viu Thiago reagir e virar, fechando no tiebreak. No segundo set, o uruguaio também ficou à frente, com uma quebra, e o brasileiro levou a decisão mais uma vez para o tiebreak. Thiago teve três chances de fechar a partida, mas Cuevas, com seu backhand firme se segurou e empatou o jogo, fechando por 12 a 10. No set decisivo, o uruguaio abriu 3 a 1, viu Thiago empatar, mas soube usar da sua experiência para fechar por 6/3.

"É uma derrota que a gente sente mais, por ter ficado tão perto da vitória. Foi um jogo duro, o melhor que fiz contra ele. Fico chateado, mas também foi mérito dele, que foi melhor nos momentos importantes" , disse o número 1 do Brasil, convidado da organização.

Cuevas volta à quadra nesta quarta para enfrentar o português Gastão Elias.

Já o argentino Diego Schwartzman avançou sem grande esforço. O jovem norueguês Casper Ruud sentiu dores no tornozelo direito e se retirou da partida no primeiro set, quando Schwartzman vencia por 4 a 1. O próximo adversário do argentino, que vive sua melhor fase, na 23ª colocação do ranking, será seu compatriota Federico Delbonis, que também viu seu adversário desistir, o tcheco Jiri Vesely, após estar vencendo por 6/2 e 3/2. A vitória sobre Vesely teve sabor especial para Delbonis. Foi a centésima dele no circuito. O duelo argentino também será nesta quarta, às 16h30, na abertura da rodada.

O vice-campeão no ano passado, o espanhol Pablo Carreño Busta, venceu fácil o italiano Marco Cecchinato, que veio do qualifying, por 6/4 e 6/1 e o próximo adversário será o eslovaco Aljaz Bedene, vice-campeão em Buenos Aires no último domingo, que eliminou o austríaco Andreas Haider-Maurer por 7/5 e 6/2.

Foto: Fotojump


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes