Estados Unidos não devem lançar candidatura para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2026

As perspectivas de uma possível candidatura dos Estados Unidos para receber as Olimpíadas de Inverno de 2026 parecem ter acabado. Temendo uma candidatura frustrada por já receber os jogos de verão de 2028, em Los Angeles, o Comitê Olímpico dos Estados Unidos (USOC) sinaliza que não entrará na disputa, deixando para concorrer pela sede de 2030. A intenção foi revelada nesta quinta-feira pelo presidente do USOC, Larry Probst.

Salt Lake City, Reno e Denver anunciaram recentemente que estavam analisando uma possível oferta para futuras edições dos Jogos Olímpicos de Inverno. "Atualmente não temos planos para candidatura em 2026 e manteremos nossas opções abertas para 2030", disse Probst em entrevista coletiva em Pyeongchang para os Jogos Olímpicos que foram abertos ontem.

Quando questionado sobre o porque da decisão, Probst citou a dificuldade de conquistar duas sedes consecutivas. "Isso tornaria as coisas extremamente complicadas do ponto de vista financeiro com os Jogos Olímpicos de Los Angeles 2028", afirmou.

Probst também foi perguntado se eles considerariam apresentar uma candidatura até o prazo marcado pelo COI, em 31 de março. Ele disse que "se o COI estiver preparado para seguir o caminho" de uma nova escolha conjunta, agora para 2026 e 2030, eles "considerariam fazer parte dessas discussões".

O presidente do comitê de Los Angeles 2028, Casey Wasserman, disse em setembro que advertiu que uma tentativa dos Estados Unidos de hospedar os Jogos 2026 "exigiria muita conversa" com a cidade californiana antes que uma oferta fosse formalmente lançada.

É provável que ele se opôs fortemente a candidatura para 2026, alegando que isso aconteceria antes da edição da cidade californiana e, assim, desviaria recursos e tornaria mais difícil levantar dinheiro de patrocínio para os Jogos.

Los Angeles já enfrenta a perspectiva de ter que competir com a Copa do Mundo de Futebol de 2026, que deverá ser concedida em junho para uma candidtura conjunta entre os Estados Unidos, Canadá e México.


Os EUA hospedaram as Olimpíadas de Inverno em quatro ocasiões: Lake Placid em 1932 e 1980, Squaw Valley (na Califórnia) em 1960 e Salt Lake City em 2002. Calgary no Canadá, Sion na Suíça, Estocolmo na Suécia e Sapporo no Japão continuam sendo candidatas prováveis ​​para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Inverno de 2026. Eles devem enviar suas propostas até o dia 31 de março, antes de uma decisão da sessão do COI em outubro na cidade de Buenos Aires sobre quais candidaturas serão aprovadas e seguirão na disputa. Espera-se que a cidade anfitriã seja escolhida em 2019.

Foto: Getty Images


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes