COI ameaça expulsar o Boxe dos Jogos Olímpicos de 2020 por problemas na AIBA

O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou neste domingo (4) em PyeongChang (KOR) que o boxe corre riscos de ser expulso do programa olímpico dos Jogos de 2020 por problemas de governança na Associação Internacional de Boxe (AIBA).

Entre os problemas listados pelo COI estão o fato da entidade ter escolhido como preisdente interino o dirigente uzbeque Gafur Rakhimov, que tem ligações com o crime organizado.

Outro problema que pode acarretar a expulsão do boxe do programa é a questão de suspeitas de manipulação de resultados por juízes nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. Entre as lutas suspeitas está a final da categoria até 91kg, em que Evgeny Tishchenko (RUS) derrotou Vassily Levit (KAZ) e a vitória de Vladimir Nikitin (RUS) sobre Michael Conlan (IRL) nas quartas de final da categoria até 56kg.

O presidente do COI, Thomas Bach, ainda não aceitou a alegação da AIBA sobre não ter havido manipulação nos últimos Jogos.

Bach disse que: "Estamos extremamente preocupados com a governança da AIBA."

"A Mesa Executiva do COI não está satisfeita com o relatório da AIBA sobre governança, finanças, doping e arbitragem."

"O COI tem o direito de rever a presença do boxe nos Jogos Olímpicos da Juventude de 2018 e nos Jogos Olímpicos de 2020", completou o alemão.

A AIBA tem até abril deste ano para entregar um novo relatório.

Foto: Getty Images




Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes