Patinadora de velocidade russa é a primeira atleta a boicotar Olimpíadas de PyeongChang após decisões do COI sobre o país

A patinadora de velocidade Olga Graf se tornou a primeira atleta do país a declinar um convite do Comitê Olímpico Internacional (COI) para participar dos Jogos Olímpicos de Pyeongchang, que começam em 9 dias. O boicote da patinadora, que é medalhista olímpica, foi noticiado pela mídia russa e estaria relacionado ao fato de o COI não ter convidado atletas suficientes para formar uma equipe para disputar a prova de perseguição, o que prejudicaria a atleta em sua visão.

A R-Sport também citou o presidente da federação de patinação de velocidade da Rússia confirmando a posição de Graf.

Em comunicado Graf disse que estava chateada com o fato de o COI optar por não convidar mais da metade da equipe nacional de patinação de velocidade da Rússia, a quem Graf acredita que são atletas limpos. A prova de perseguição por equipes era praticamente a única chance razoável de Graf em conquistar uma medalha em PyeongChang.

Graf, de 34 anos, conquistou duas medalhas de bronze em Sochi 2014, uma na prova dos 3000 metros e a outra na perseguição por equipes. A medalha por equipes foi inclusive a primeira medalha russa dos Jogos, conquistada no primeiro dia de disputas.

Graf ficou bastante conhecida após um fato inusitado. Após uma prova de 3000 metros a atleta abriu o zíper de sua roupa de competição, e rapidamente voltou a fechá-lo ao perceber que ela não estava usando nada por baixo.


A melhor colocação de Graf na atual temporada foi um 11° lugar.

Foto: Getty Images


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes