Alexander Zubkov participa de audiência da comissão Disciplinar do COI em Lausanne

O russo Alexander Zubkov está entre os atletas do país que participaram das audiências da Comissão Disciplinar do Comitê Olímpico Internacional (COI) durante a terça-feira, 7 de novembro, em Lausanne, na Suíça. Duas vezes medalhista de ouro no bobsled e porta bandeira na abertura das Olímpiadas de Sochi, Zubkov agora é o presidente da confederação russa de bobsled e skeleton. Uma reunião não programada da Junta Executiva do COI também deve acontecer em Lausanne durante esta quarta-feira.  

Não se sabe o que está planejado para entrar em pauta nas reuniões, mas especula-se que a crise russa causada pelo esquema de doping sistemático patrocinada pelo governo do país esteja em pauta.  A maioria dos membros da Diretoria Executiva já estão na cidade suíça para participar das reuniões da Comissão do COI que ocorrerão ocorrer ao longo desta semana.

Entre os outros atletas que participaram pessoalmente ou por meio de teleconferência da reunião da Comissão Disciplinar estavam membros da equipe de skeleton russa, como o medalhista de ouro e bronze no individual Aleksandr Tretyakov e a medalhista de bronze Elena Nikitina, além da medalhista de prata na patinação de velocidade Olga Fatkulina.

A Comissão Disciplinar do COI é composta de três pessoas e é presidida pelo membro do Conselho Executivo da Suíça, Denis Oswald. Audiências na semana passada desqualificaram retrospectivamente os atletas do esqui cross-country Evgeniy Belov e Alexander Legkov, medalhistas olímpicos de ouro e prata em Sochi 2014, respectivamente. Todos eles são acusados ​​de estarem envolvidos no programa de adulteração de doping e amostras que foi operado durante os Jogos olímpicos disputados em sua casa. Não houve informações detalhadas sobre o que eles são acusados, mas vereditos completos devem ser publicados pelo COI no final deste mês.

Legkov e Belov já apelaram de suas suspensões na Corte Arbitral do Esporte (CAS). Em um comunicado publicado hoje no site do advogado alemão Christof Wieschemann, Legkov negou o comportamento ilícito e alegou ainda não ter ouvido qualquer evidência de seu envolvimento no doping ou na adulteração de amostras. "Estamos todos obrigados a submeter-nos a um procedimento de sanção a partir do qual nenhum de nós pode ter certeza de que é justo e livre de outros interesses. Todo atleta, não importa em qual nação, pode entrar (sic) a mesma situação. O único que eu quero é ser tratado de forma justa, ter árbitros independentes dentro de um procedimento justo regido pela lei. Ou na Corte Arbitral do Esporte, ou no Tribunal Federal Suíço ou no Tribunal Superior Europeu", desabafou Legkov.


Outra reunião das comissões do COI, entre elas as do Comitê do Tesouro, do Comitê de Sustentabilidade e Legado, o do novo Comitê de Recursos Humanos e os Serviços do Canal Olímpico, também acontecerão ao longo dos dias. As comissões de Ética, de Marketing, de Assuntos Públicos e o Desenvolvimento Social foram os que se encontram na terça-feira.

Foto: Reuters



Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes