Dirigente russo pede desculpa por agredir lutadora nos Jogos do Rio

Bastou a lutadora Inna Trazhukova, da Rússia, prestar queixa contra contra o presidente da Federação Russa de Luta, Mikhail Mamiachvili, para acontecer um pedido de desculpa formal. O dirigente se manifestou nesta quarta-feira, dois dias depois do anúncio da acusação feita pela atleta, que perdeu a medalha de bronze para a polonesa Monika Michalik na categoria até 63kg no estilo livre.

Em sua denúncia, Trazhukova relatou que Mamiachvili e outros membros da comissão técnica a agrediram depois da disputa da medalha de bronze. Em nota oficial emitida pela federação, o dirigente se disse.

Acho que é necessário apresentar as minhas desculpas para Inna. O incidente no Rio foi causado por um grande estresse e nervosismo que acompanha um evento como os Jogos Olímpicos, com a responsabilidade que nos corresponde para alcançar resultados - afirmou o dirigente na nota.

Antes do pedido de desculpa, Mikhail Mamiachvili havia justificado sua atitude com uma suposta apatia da lutadora na disputa do bronze, em declaração dada ao jornal russo Desporto Expresso. Campeã europeia em 2013 e 2014, Trazhukova, de 25 anos, participou dos Jogos Olímpicos pela primeira vez.

Fonte: globoesporte.globo.com


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes