Cátia Oliveira comemora mais uma prata no Aberto Paralímpico de tênis de mesa na Tailândia


Em dupla com o sul-coreano Kim Young-gun, a mesa-tenista brasileira Cátia Oliveira conquistou mais uma medalha de prata no Aberto Paralímpico de tênis de mesa na Tailândia. Na madrugada da quinta-feira, 21, em Pattaya, a dupla mista venceu por 3 sets a 0 os locais Pattaravadee Wararidamrongkul e Busree Wawaeni. As parciais foram de 11/7,11/7 e 11/4.

Com o triunfo, Cátia e Young-gun fecharam os jogos válidos pelo grupo único da classe XD 7 na segunda colocação, com duas vitórias, um revés e cinco pontos na classificação. A derrota foi justamente para os medalhistas de ouro, Wanchai Chaiwut e Dararat Asayut, atletas da casa, que venceram seus três jogos.

Esta foi a segunda medalha de Cátia na Tailândia. Na madrugada de terça-feira, ela ficou com o vice-campeonato individual das classes 1-3. A vice-campeã mundial se prepara para a disputa do Campeonato Mundial de Tênis de Mesa, que acontece em Granada, na Espanha, em novembro.

“Estou muito feliz com o meu desempenho. Disputei duas categorias e consegui sair com duas medalhas”, afirmou Cátia. “Competir na Ásia sempre é muito desafiador por vários motivos, como fuso horário e a comida. Também precisei jogar com uma classe acima da minha contra meninas fortíssimas”, descreveu. “Mas consegui vencer jogos e acabei perdendo para a tailandesa que é a oitava do mundo, jogando de igual e perdendo por detalhes”, relatou a brasileira.

Evely Santos, a outra brasileira na disputa de duplas femininas, não obteve o mesmo sucesso. Ao lado da tailandesa Phimolphan Deekam, a parceria terminou na quinta colocação do grupo único da classe WD22.

Realizada entre 18 e 21 de julho, no Nong Nooch Pattaya Convention Center, a competição fator 40 (mais alto) faz parte do circuito mundial do tênis de mesa.

Foto: Acervo Pessoal

Postar um comentário

To Top