Duda e Ana Patrícia retomam parceria na etapa de Rosarito do Circuito Mundial de vôlei de praia


Quando jogavam juntas nas categorias de base, Duda e Ana Patrícia foram campeãs dos Jogos Olímpicos da Juventude, em 2014, e bicampeãs do Mundial sub-21, em 2016 e 2017. Atletas olímpicas nos Jogos de Tóquio, em times diferentes, elas estão outra vez lado a lado. A tão esperada reestreia da parceria será nesta semana: as brasileiras são cabeças de chave número 1 da etapa Elite de Rosarito (MEX) do Circuito Mundial, que começa com o torneio qualifying nesta quarta-feira, com previsão de início para 13h (de Brasília).

Com novo formato, o Circuito Mundial é dividido em etapas Elite, Challenge e Future. As disputas Elite reúnem os 12 primeiros colocados do ranking de cada gênero e quatro duplas vindas do qualifying com 16 equipes. Importante para somar pontos no ranking e entrar na briga por um lugar no Elite, o Challenge tem 24 duplas no torneio principal, oito vindas do qualifying com 32 duplas. O Future, voltado para o desenvolvimento do esporte e dos atletas, terá 16 equipes na chave principal e 16 no qualifying. Duda e Ana Patrícia entram em quadra na quinta, quando começa a chave principal, em um confronto verde-amarelo. Às 17h (de Brasília), elas enfrentam Bárbara Seixas e Carol Solberg, atuais campeãs do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia e medalhistas de ouro no Challenge de Tlaxcala (MEX), que abriu a temporada 2022 do Circuito Mundial.

“A gente está muito feliz. É um momento que esperamos muito e para o qual trabalhamos muito. Somos um time muito recente, que ainda tem muito a evoluir. Mas esse espírito de querer a vitória, de buscar se consolidar como time está muito vivo”, afirmou Ana Patricia.

Além da disputa olímpica no ano passado, os caminhos separados das duas foi recheado de conquistas dos dois lados. Ao lado de Ágatha, Duda foi bicampeã do Circuito Mundial (2018 e 2021) e campeã do Circuito Brasileiro (20/21). Com Rebecca, Ana Patricia foi campeã do Circuito Brasileiro (19/20) e do Superpraia (2019).

“Sabemos que os torcedores têm muita expectativa sobre nosso time. Eu acho isso muito bacana, ver que as pessoas torcem e acreditam no time. Dá um gás a mais para corrermos atrás de todos os objetivos”, destacou Ana Patricia.

Em Rosarito, o Brasil será representado por 11 duplas. Além de Duda/Ana Patrícia e Bárbara Seixas/Carol Solberg, Maria Elisa e Fernanda Berti também estão garantidas no torneio principal feminino. Talita/Rebecca, Andressa/Vitória, Tainá/Vic Lopes, Taiana/Hegê e Elize Maia/Thâmela estão no qualifying, disputando quatro vagas na fase de grupos. No masculino, George/André e Evandro/Álvaro Filho estão na chave principal, e Alison/Guto disputa o torneio qualifying.

Pelo novo critério de apoio às duplas que disputam o Circuito Mundial, Duda/Ana Patrícia e George/André competem em Rosarito com despesas de transporte, hospedagem e alimentação garantidas pela CBV, por estarem entre as três primeiras duplas do ranking da FIVB. Talita e Rebecca ganharam o mesmo benefício por terem sido campeãs do Top 8 da etapa de Saquarema do Circuito Brasileiro. Maria Elisa/Fernanda Berti e Evandro/Álvaro Filho recebem transporte e alimentação nesta etapa, por serem a segunda dupla brasileira entre os 16 primeiros do ranking da FIVB.

Foto: Pedro Teixeira

Postar um comentário

To Top