Alemanha ameaça boicotar Mundial de esportes aquáticos caso atletas russos possam competir



A Federação de Natação da Alemanha  (DSV) declarou nesta segunda (21), a intenção de boicotar o Mundial de esportes aquáticos. com sede em Budapeste, na Hungria, no mês de junho. O protesto tem como motivo, a possibilidade de atletas russos competirem com bandeira neutra.


A FINA (Federação Internacional de Natação) foi uma das poucas federações a não banirem os atletas russos, permitindo que eles participem das competições desde que sob bandeira neutra e sem a execução do hino nacional. O mesmo serve para atletas de Belarus.


A federação polonesa também ameaçou não participar do evento. A LEN (Federação Europeia de Natação) não seguiu a ação da FINA e suspendeu os dois países em razão da guerra. 


Também por causa da guerra, o nadador russo Evgeny Rylov, campeão olímpico dos 100 e 200m nado costas em Tóquio-2020, perdeu seu patrocinador após participar de uma ato político no estádio Luzhniki, em Moscou, a favor da invasão. 


Foto: Arena

Postar um comentário

To Top