Atleta da seleção ucraniana de hóquei no gelo é suspenso do esporte por um ano por ato racista

A Federação Internacional de Hóquei no Gelo (IIHF), anunciou uma punição para o atleta da seleção ucraniana, Andri Denyskin, devido a ato racista.


O atleta do HC Kremenchuk está suspenso de participar de todos os eventos chancelados pela IIHF, incluindo amistosos por um ano.


“Gestos, comentários ou ações racistas não têm absolutamente nenhum lugar no jogo de hóquei no gelo, ou em qualquer lugar”, disse o presidente da IIHF, Luc Tardif.


“As ações de Denyskin são completamente inaceitáveis e não serão toleradas”.


A suspensão se refere a partida disputada pela Liga Ucraniana de Hóquei entre HC Kremenchuk e HC Dombass e após Denyskin se envolver em incidente contra adversário e ser excluído temporariamente, o atleta fez um gesto racista em direção ao jogador do Donbass, Jalen Smereck.


Smereck não foi o jogador com Denyskin havia tido o desentendimento.


Inicialmente, a federação local anunciou uma punição de 13 jogos de suspensão.


O Conselho de Ética da IIHF julgou que a punição pelo incidente não seria forte o suficiente e aumentou a punição por 1 ano.


Denyskin em depoimento ao painel julgador, afirmou reconhecer o erro e que logo após o jogo se desculpou pessoalmente com Smereck.


Foto: Reprodução/Twitter

Postar um comentário

To Top