Japão não enviará membros do governo aos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022


Um porta voz do governo japonês disse nesta sexta-feira (24) que o Japão não irá enviar membros do governo para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2022, que serão realizados em Pequim.

Assim, o país se alinha ao boicote diplomático alinhado pelos Estados Unidos por causa da acusação de violação de direitos humanos da China contra os uigures e a opressão contra os críticos de Hong Kong. Mesmo assim, o Japão diz que não está aderindo ao boicote.

O país será representado por Hashimoto Seiko, a presidenta do comitê organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2020. E ao mesmo tempo, o governo garantiu a participação dos atletas do país no evento.

O primeiro ministro Kishida Fumio conectou a importância dos direitos humanos a diplomacia do Japão. A China não criticou a decisão, uma vez que os japoneses não usaram a palavra boicote para descrever o ato.

Recentemente a China mandou um enviado ao Japão pedindo apoio aos Jogos, uma vez que os chineses apoiaram os Jogos de 2020, realizados este ano.

Foto: REUTERS/Carlos Garcia Rawlins

Postar um comentário

To Top