França vira nos últimos minutos e fará final do Mundial feminino de handebol contra a Noruega


França e Noruega conquistaram nesta sexta (17) o direito de disputar o título mundial feminino de handebol após venceram as semifinais, com direito a virada épica da seleção azul, que venceu a Dinamarca por 23 a 22 nos últimos instantes, já a Noruega venceu a anfitriã Espanha por 27 a 21. 


Se ganhar, a França fechará o ano com chave de ouro, já que foi campeã olímpica. Já as norueguesas vão tentar o tetracampeonato e chega invicto a final, vencendo seis jogos e empatando um. A final será às 13h30 e a disputa pelo bronze será às 10h30.


As atuais campeões olímpicas começaram perdendo, com a Dinamarca fechando o primeiro tempo em 12 a 10. As dinamarquesas mantiveram o ritmo forte no início da segunda etapa e a França não conseguia superar a goleira Reinhardt, levando a equipe escandinava a abrir 17 a 13. 


Porém, a seleção francesa virou de forma épica nos últimos dez minutos de jogo. Zaadi empatou o jogo e Toublanc virou, com Darleux fazendo grandes defesas e segurando o resultado para manter o sonho da dobradinha Mundial e Olimpíada vivo, feito já alcançado por Dinamarca (1996) e Noruega (2008).


As espanholas saíram perdendo no primeiro tempo, mas conseguiram alcançar o empate e o jogo foi para o intervalo em 11 a 11. Porém, a Noruega voltou muito bem do vestiário, se fechando bem na defesa e contando com Mörk e Brettset, que  marcaram juntas 15 gols na partida, para garantir a vaga na decisão. 


O Brasil, que foi eliminado para a Dinamarca na terça, terminou a competição na sexta colocação.


Foto: RFEBM / J.L. Recio


0 Comentários